ESQUADRÃO 6: Michael Bay Segue Fazendo Filmes Tão Despropositados Quanto Bons de se Ver (Especialmente Comendo Pipocas)

Michael Bay é um produtor de cinema e cineasta que incrivelmente segue fazendo filmes de sucesso popular nestes tempos complicados de patrulha ideológica, me too e movimentos similares. Seus filmes têm enredos descabidos, muitas explosões, tiros a granel, personagens completamente irreais, um filosofia de botequim e, sempre, mulheres belíssimas em trajes sumários ou apertados desfilando em câmera lenta entre tiros e explosões.

No currículo dele há a série TRANSFORMERS (Megan Fox, Rose Huntington-Wheeley e Nicola Peltz), A ILHA (Scarlett Johansson), BAD BOYS (Gabrielle Union), PEARL HARBOR (Kate Beckinsale), ARMAGGEDON (Liv Tyler), todos seguindo a mesma fórmula.

Este ESQUADRÃO 6, que a NETFLIX lançou é exatamente o mesmo filme. Um bilionário de bons princípios (Ryan Reynolds) resolve criar um comando para derrubar tiranos ao redor do mundo. Há uma médica (a porto-riquenha Adra Arjona), uma ex-agente da CIA fria e calculista (Mélanie Laurent deslumbrante), um sniper traumatizado (Corey Hawkins da tentativa de ressucitar 24 HORAS), um mexicano maluco e violento (Manuel Garcia-Rulfo) e um jovem com incrível velocidade e habilidade em escalar prédios (Ben Hardy). Havia um motorista espetacular (Dave Franco) mas ele morre na primeira cena do filme.

Como eles não podem criar vínculos afetivos, eles se tratam apenas por números, não sabendo os nomes uns dos outros. Podem transar entre eles, mas não podem se apaixonar.

Como em quase todos os filmes de Michael Bay há frases duras de engolir como “Qual a maior vantagem de estar morto?” “A liberdade de se fazer o que quiser.”Arghhhhh.

A questão é que com todos estes vícios, frases horríveis no roteiro, violência demasiada (há uma cena em que eles destravam um celular com o olho de uma vítima), misoginia abundante, os filmes são muito agradáveis de se ver porque ele é muito competente em contar uma história, filma muito bem, usa efeitos especiais de primeira e sabe como poucos dar um ritmo alucinante à narrativa (acho que com o propósito da gente ser impedida de pensar e refletir sobre o que está vendo).

Devo confessar que ESQUADRÃO 6 se alinha com BAD BOYS, ARMAGGEDON e A ROCHA na lista dos melhores filmes de Michael Bay. Prepare um saco de pipocas e aproveite o filme. Amanhã provavelmente você não vai se lembrar do que viu. Com exceção da Melanie Laurent.

Michael Bay is a very successfull film producer and filmmaker who incredibly continues to make popular films in these complicated times of ideological patrol, me too and similar movements. His films have misplaced storylines, lots of explosions, bulk shots, completely unreal characters, a facebook philosophy and, always, beautiful women in brief or tight suits parading in slow motion between shots and explosions.

In his curriculum there are the series TRANSFORMERS (Megan Fox, Rose Huntington-Wheeley and Nicola Peltz), THE ISLAND (Scarlett Johansson), BAD BOYS (Gabrielle Union), PEARL HARBOR (Kate Beckinsale), ARMAGGEDON (Liv Tyler), all following the same formula.

This 6 UNDERGROUND, which NETFLIX launched is exactly the same film. An honest billionaire (Ryan Reynolds) decides to create a command to take down tyrants around the world. There is a doctor (Puerto Rican Adra Arjona), a cold and calculating former CIA agent (stunning Mélanie Laurent), a traumatized sniper (Corey Hawkins from the attempt to resurrect 24), a crazy and violent Mexican (Manuel Garcia- Rulfo) and a young man with incredible speed and ability to climb buildings (Ben Hardy). There was a spectacular driver (Dave Franco) but he dies in the first scene of the film.

As they cannot create affective bonds, they are treated only by numbers, not knowing each other’s names. They can have sex with each other, but they cannot fall in love.

As in almost all Michael Bay films there are hard-to-swallow phrases like “What’s the biggest advantage of being dead?” “The freedom to do what you want.” Arghhhhh.

The point is that with all these vices, horrible phrases in the script, too much violence (there is a scene where they unlock a cell phone with the eye of a victim), abundant misogyny, the films are very pleasant to watch because he is very competent in telling a story, he films very well, he uses first-rate special effects and he knows as few give a breathtaking rhythm to the narrative (I think with the purpose of being prevented us from thinking and reflecting on what we are is seeing).

I must confess that 6 UNDERGROUND for me aligns with BAD BOYS, ARMAGGEDON and THE ROCK in the list of Michael Bay’s best films. Prepare a bag of popcorn and enjoy the film. Tomorrow you probably won’t remember what you saw. Except for Melanie Laurent.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.