GOOD MORNING, KILLER: Telefilme da TNT Distrai sem Comprometer

A escritora e roteirista americana April Smith fez uma série de livros policiais em que a heroína é a agente especial (Há agentes não especiais no FBI?) Ana Gray. Uma destas histórias foi levadas às telas pela TNT na produção original GOOD MORNING, KILLER (2011), disponível no HULU.

O maior nome do elenco é o ótimo ator americano Titus Welliver, catapultado ao estrelato pela excepcional série original da AMAZON PRIME, BOSCH, baseada nos livros do escritor Michael Connelly, sobre o policial de LA, Hieronymus Bosch. Welliver aqui tem um papel secundário, mas é responsável por algumas da boas cenas do telefilme.

A protagonista é a atriz inglesa Katherine Bell, vista em O TODO PODEROSO, com Jim Carey. Ela faz a G-Woman Ana Gray às voltas com um estuprador em série que rapta e abusa de meninas que querem ser modelos. Passa a – sob descrédito de vários colegas – a chefiar a força tarefa encarregada de capturar o vilão. O bad guy (fraco por sinal) é o texano Kames Jordan (de TERRA SELVAGEM e O PESO DO PASSADO). Destaque, ainda, para o veterano William Devane, como o avô da Agente do FBI.

Como todo telefilme, GOOD MORNING, KILLER Não vai muito a fundo nas cenas, ficando tudo meio superficial. mesmo assim, aborda temas como o preconceito de gênero, a arrogância de jovens agentes, a violência sexual contra a mulher e outros da maior importância.

Acho que isto se deve a ser mais um filme dirigido por uma cineasta mulher: a novaiorquina Maggie Greenwald (diretora de episódios de MADAME SECRETARY) conduz a câmera do telefilme.

E a trama policial consegue ser razoavelmente boa. Para um telefilme, mais seria exigir demasiado.

American writer and screenwriter April Smith has made a series of detective books in which the heroine is the special agent (Are there any non-special agents in the FBI?) Ana Gray. One of these stories was brought to the screen by TNT in the original production GOOD MORNING, KILLER (2011), available at HULU.

The biggest name in the cast is the great American actor Titus Welliver, catapulted to stardom by the exceptional original AMAZON PRIME series, BOSCH, based on the books by writer Michael Connelly, about LA cop Hieronymus Bosch. Welliver here has a secondary role, but is responsible for some of the good scenes from the telefilm.

The protagonist is the English actress Katherine Bell, seen in THE GOD ALLMIGHTY, with Jim Carey. She plays G-Woman Ana Gray around a serial rapist who abducts and abuses girls who want to be models. He starts – at the discretion of several colleagues – to lead the task force in charge of capturing the villain. The bad guy (weak by the way) is the Texan Kames Jordan (from WILD LAND and THE WEIGHT OF THE PAST). Also noteworthy for veteran William Devane, as the grandfather of the FBI Agent.

Like any telefilm, GOOD MORNING, KILLER It doesn’t go very deep in the scenes, everything is a little superficial. even so, it addresses issues such as gender prejudice, the arrogance of young agents, sexual violence against women and others of the greatest importance.

I think this is due to another film directed by a female filmmaker: New Yorker Maggie Greenwald (episode director for MADAME SECRETARY) drives the telefilm camera.

And the police plot can be reasonably good. For a telefilm, more would be to demand too much.

2 Replies to “GOOD MORNING, KILLER: Telefilme da TNT Distrai sem Comprometer”

  1. Como.faço para assistir good morning killer

    1. O único lugar em que encontrei o filme foi no HULU. Não sei se és assinante do HULU? Abraços

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.