A MARCA DA PANTERA: Schrader, Kinski e Bowie Notáveis em um Ótimo Cult Movie

Dia destes estava ouvindo a extraordinária canção de David Bowie, PUTTING OUT FIRE, composta e cantada por ele para o cult movie A MARCA DA PANTERA, que Paul Schrader rodou em 1982. Era para ser a refilmagem de um filme noir clássico, de 1942, intitulado SANGUE DE PANTERA, dirigido por Jacques Tourneur, com Simone Simon. Mas Schrader foi muito mais longe.

Aqui Nastassja Kinski (deslumbrante como sempre) vive Irina Gallier, uma jovem filha de pais adotivos que encontra seu irmão verdadeiro e vai em busca de seu passado. O despertar sexual da moça traz à tona seu sangue de pantera, trazendo paixão, medo e morte.

A parte formal do filme de Schrader é simplesmente deslumbrante. A fotografia de John Bailey em New Orleans (cidade de mitos e vodoo) é primorosa. A trilha sonora de Giorgio Moroder é inesquecível, elemento essencial nas muitas cenas de medo explícito.

Malcolm McDowell (sempre ótimo), Anette O’Toole, John Heard, Ed Begley Jr. e John Larroquete fazem um cast inspirado.

Paul Schrader é um autor de cinema do maior talento. Seus filmes AMERICAN GIGOLO, MISHIMA e TEMPORADA DE CAÇA são ótimos. Mas não dá para esquecer que ele foi roteirista de TAXI DRIVER, TOURO INDOMÁVEL e TRÁGICA OBSSESSÃO, três filmaços. Em A MARCA DA PANTERA, Schrader vai fundo em sua imaginação, criando uma obra única, cheia de emoção, suspense, medo e erotismo.

A MARCA DA PANTERA merece muito ser um cult movie.

The other day he was listening to David Bowie‘s extraordinary song, PUTTING OUT FIRE, composed and sung by him for the cult movie CAT PEOPLE, which Paul Schrader shot in 1982. It was supposed to be the remake of a classic noir film, from 1942, also titled CAT PEOPLE, directed by Jacques Tourneur, with Simone Simon. But Schrader went much further.

Here Nastassja Kinski (stunning as always) lives Irina Gallier, a young daughter of adoptive parents who finds her real brother and goes in search of her past. The girl’s sexual awakening awakens her panther blood, bringing passion, fear and death.

The formal part of Schrader’s film is simply stunning. John Bailey’s photograph in New Orleans (city of myths and flight) is exquisite. The soundtrack by Giorgio Moroder is unforgettable, an essential element in the many scenes of explicit fear.

Malcolm McDowell (always great), Anette O’Toole, John Heard, Ed Begley Jr. and John Larroquete make an inspired cast.

Paul Schrader is a highly talented film author. His films AMERICAN GIGOLO, MISHIMA and AFFLICTION are great. But you can’t forget that he was a screenwriter for TAXI DRIVER, RAGING BULL and OBSSESSION, three outstanding films. In CAT PEOPLE, Schrader goes deep into his imagination, creating a unique work, full of emotion, suspense, fear and eroticism.

CAT PEOPLE deserves to be a cult movie.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.