UM CONVIDADO BEM TRAPALHÃO: As Festas de Hollywood Nunca Mais Foram as Mesmas Depois do Hrundi de Peter Sellers

Entre as comédias inesquecíveis do cinema está UM CONVIDADO BEM TRAPALHÃO, filme que Blake Edwars dirigiu em 1968. Peter Sellers (em desempenho antológico) faz o ator indiano Hrundi V. Bashki que acidentalmente destrói um cenário caríssimo em uma superprodução na qual era figurante. O produtor vai anotar seu nome para nunca mais contratá-lo e involuntariamente coloca na lista de uma mega festa em sua mansão.

Convidado por engano, Hrundi não somente vai à festa como acaba com ela, fazendo mil trapalhadas todas cheias de boas intenções. Ao lado de Peter Sellers, a linda atriz francesa Claudine Longet, Herb Ellis, Denny Miller e Steve Franken (o melhor garçom da história do cinema que fica bêbado logo no início da festa).

Com inspirada trilha sonora do eterno Henry Mancini, Blake Edwards fez uma comédia inspirada, capaz de gerar situaçõs cômicas inesquecíveis ao mesmo tempo que, de forma precursora, tratava de temas como a inclusão, o preconceito racial, o desperdício e até mesmo temas ambientais de preservação impensáveis na época.

UM CONVIDADO BEM TRAPALHÃO não pode ficar fora de qualquer lista sobre as melhores comédias de todos os tempos.

Among the best comedies in moveis, for sure it is THE PARTY, a film that Blake Edwards directed in 1968. Peter Sellers (in an anthological role) makes the hindu actor Hrundi V. Baski que accidentally destroys a huge scenary in a film in which he was an extra. The producer is looking for his name to forbidden him to work again, and take the note in the list of invitation for a big party in his mansion.

Wrongfully invited, Hrundi not only goes to the party, as make so many confusion that ends it. Besides Sellers, the cast has the French acterss Claudine Longet, Herb Ellis, Denny Miller and Steve Franken (as the best waiter of movie history, drunk at the beginning of the party).

With great soundtrack by the ethernal Henry Mancini, Edwards made a very inspired comedy capable of generating laughs at every scene and, at the same time, focusing relevant temes as racial discrimination, inclusion, sexism, enviromental issues.

THE PARTY could not be out of any list of best comedies of all time.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.