AGATHA E A VERDADE DO ASSASSINATO: NETFLIX Traz a Escritora Agatha Christie Bancando a Detetive

A NETFLIX tem um prato cheio para os fãs de Agatha Christie: o telefilme AGATHA AND THE TRUTH OF MURDER, produção inglesa dirigida por Terry Loane (GAME OF THRONES). O filme faz um livre exercício sobre o que teria acontecido à escritora naqueles famosos 11 dias em que ficou desaparecida em 1926. O fato já foi objeto de um filme de Michael Apted, intitulado O MISTÉRIO DE AGATHA, com Vanessa Redgrave e Dustin Hoffman.

A visão que o roteiro dá é tão divertida que inclui até uma conversa entre Agatha Christie e Sir Arthur Conan Doyle sobre a arte de escrever livros de mistério, o que até onde se sabe jamais ocorreu.

Em meio a uma crise no casamento, Agatha é chamada por uma enfermeira para resolver o crime do assassinato de sua companheira, seis anos atrás. A escritora, depois de muito relutar, assume o pseudônimo de Mary Westmacott, ao melhor estilo Hercule Poirot (e Jane Marple) convoca os suspeitos para uma reunião sob um pretexto falso e põe mãos à obra.

Agatha Christie é vivida pela atriz irlandesa Ruth Bradley, vista em FLYBOYS e THE FALL. Ela faz uma Agatha interessante, vívida, desafiadora e pronta para resolver o crime. No elenco, Dean Andrews, Bebe Cave, Amelia Dell e Ralph Ineson. Michael MacElhatton faz Conan Doyle em divertida participação.

AGATHA AND THE TRUTH OF MURDER se desenvolve bem ao estilo dos livros da escritora. Faz até um certo deboche das induções equívocas para que o leito ache que um personagem é culpado quando o assassinato é cometido por alguém menos óbvio.

Como fã de Agatha Christie, achei o filme leve e divertido. Quem viveu as aventuras de Poirot certamente vai gostar de ver.

NETFLIX has a full plate for Agatha Christie‘s fans: the telefilm AGATHA AND THE TRUTH OF MURDER, an English production directed by Terry Loane (GAME OF THRONES). The film is a free exercise on what would have happened to the writer in those famous 11 days when she disappeared in 1926. The fact was already the subject of a Michael Apted film, entitled AGATHA, with Vanessa Redgrave and Dustin Hoffman.

The vision that the script gives is so entertaining that it even includes a conversation between Agatha Christie and Sir Arthur Conan Doyle about the art of writing mystery books, which as far as we know has never occurred.

In the midst of a marriage crisis, Agatha is called by a nurse to solve the crime of murdering her partner, six years ago. The writer, after much reluctance, takes on the pseudonym of Mary Westmacott, in the best style Hercule Poirot (and Jane Marple) summons the suspects to a meeting under a false pretext and gets to work.

Agatha Christie is played by Irish actress Ruth Bradley, seen in FLYBOYS and THE FALL. She makes an Agatha interesting, vivid, challenging and ready to solve the crime. In the cast, Dean Andrews, Bebe Cave, Amelia Dell and Ralph Ineson. Michael MacElhatton plays Conan Doyle in entertaining participation.

AGATHA AND THE TRUTH OF MURDER develops well in the style of the writer’s books. It even makes a mockery of equivocal inducements so that the bed thinks that a character is guilty when the murder is committed by someone less obvious.

As an Agatha Christie fan, I found the film light and fun. Anyone who has lived the adventures of Poirot will certainly enjoy seeing it.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.