UM AMOR, MIL CASAMENTOS: Comédia Inglesa Tem Bons Momentos (Outros Nem Tanto) Como uma Festa de Casamento

UM AMOR, MIL CASAMENTOS, do cineasta inglês Dean Craig (foi roteirista do interessante MORTE NO FUNERAL e depois diretor de sua refilmagem) é uma comédia produzida e exibida pela NETFLIX sobre tudo o que pode dar errado em uma festa de casamento. É uma refilmagem do filme francês PLAN DU TABLE, de 2012, feito pela cineasta Christelle Raynal.

Uma jovem inglesa resolve casar com um italiano e promovem uma linda (e pomposa) festa de casamento em uma casa belíssima nos arredores de Roma, onde o encontro das duas famílias e amigos tem tudo para dar certo. Ou não.

O filme propõe uma brincadeira que é justamente perguntar ao espectador em sua narração, o que poderia dar errado em uma festa maravilhosa, com gastos elevados, profissionais do mais alto nível envolvidos, planejamento minucioso, comida e bebida nota dez e todos felizes?

Simplesmente tudo. Crianças trocam os cartões dos lugares marcados, ex-mulheres e ex- namorados resolvem cobrar seus parceiros pelas mágoas e traumas, novos namorados ficam ciumentos ao ver os ex-amantes em cena, as roupas são motivo de fofoca, infidelidades vêm à tona, ou seja a própria Lei de Murphy, segundo a qual se uma coisa pode dar errado, ela vai dar errado.

As diferenças culturais marcantes entre italianos e ingleses são outro fator muito bem explorado pelo filme que não resiste a confrontar duas formas de elegância e costumes tão próximos e tão diversos.

O elenco tem alguns nomes conhecidos, como a atriz americana Olivia Munn (NEWSROOM), a mexicana Freida Pinto (QUEM QUER SER UM MILIONÁRIO?), o inglês Sam Clafin (HUNGER GAMES), Eleanor Tomlinson (POLDARK), Joel Fry (YESTERDAY), Jack Fharting (POLDARK) e Tim Key (O DUPLO).

O roteiro de Francis Nief e Dean Craig investe forte nas piadas (muitas claramente inspiradas em QUATRO CASAMENTOS E UM FUNERAL) e situações cômicas e vexatórias para os noivos e seus convidados. O filme funciona e faz a gente rir bastante.

A sacada de refazer tudo diferente foi uma ótima solução do roteiro e proporciona momentos hilários. O elenco está bem e divertido. As locações (belíssimas) em Roma são extasiantes.

Se o filme não atinge o nível primoroso de seu antecessor ilustre (QUATRO CASAMENTOS E UM FUNERAL), pode-se dizer sem medo de errar que cumpre perfeitamente seu propósito de proporcionar duas horas de ótima diversão ao espectador, como uma festa de casamento.

LOVE WEDDING REPEAT, by English filmmaker Dean Craig (he was a screenwriter for the interesting DEATH AT A FUNERAL and then director of his remake) is a comedy produced and aired by NETFLIX on everything that can go wrong at a wedding party. It is a remake of the 2012 French film PLAN DU TABLE, made by filmmaker Christelle Raynal.

A young English woman decides to marry an Italian and promotes a beautiful (and pompous) wedding party in a beautiful house on the outskirts of Rome, where the meeting of the two families and friends has everything to go well. Or not.

The film proposes a joke that is precisely asking the viewer in his narration, what could go wrong in a wonderful party, with high expenses, professionals of the highest level involved, meticulous planning, food and drink grade ten and everyone happy?

Simply everything. Children exchange the cards of the marked places, ex-women and ex-boyfriends decide to charge their partners for the hurts and traumas, new boyfriends are jealous when they see the ex-lovers on the scene, the clothes are cause for gossip, infidelities come up, or be Murphy’s Law itself, that if something can go wrong, it will go wrong.

The striking cultural differences between Italians and English are another factor very well explored by the film that cannot resist confronting two forms of elegance and customs so close and so diverse.

The cast has some well-known names, such as American actress Olivia Munn (NEWSROOM), Mexican Freida Pinto (SLUMDOG MILLIONAIRE), Englishman Sam Clafin (HUNGER GAMES), Eleanor Tomlinson (POLDARK), Joel Fry (YESTERDAY) , Jack Fharting (POLDARK) and Tim Key (THE DOUBLE).

The script by Francis Nief and Dean Craig invests heavily in jokes (many clearly inspired by FOUR WEDDINGS AND A FUNERAL) and humorous and vexing situations for the bride and groom and their guests. The film works and makes us laugh a lot.

The idea of ​​remaking everything different was a great solution for the script and provides hilarious moments. The cast is fine and fun. The (beautiful) locations in Rome are breathtaking.

If the film does not reach the exquisite level of its illustrious predecessor (FOUR WEDDINGS AND A FUNERAL), it can be said without fear of making mistakes that it perfectly fulfills its purpose of providing two hours of great entertainment to the viewer, like a wedding party.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.