O DIABO VESTE PRADA COMEMORA 10 ANOS: Filme Talentoso, Criativo e Inteligente

A atriz Anne Hathaway publicou nesta quinta-feira um post para comemorar os 10 anos do filme O DIABO VESTE PRADA, dirigido pelo cineasta americano David Frankel (BAND OF BROTHERS), com ela, Meryl Streep e Emily Blunt.

O filme conta a história de uma moça que consegue o emprego de assistente da Editora Chefe da Revista RUNWAY (francamente baseados na Revista VOGUE e sua mega editora Anna Wintour, um mito do meio da moda e editorials) e é obrigada a conviver com as idiossincrasias da chefe.

Baseado no best seller de Laura Weisberger, o filme ainda tinha no elenco o excelente Stanley Tucci, como uma espécie de eminência parda da Revista que concilia a tudo e a todos com soluções sempre afetuosas e bem humoradas.

O DIABO VESTE PRADA recebeu algumas críticas ácidas por lidar com modelos, grifes e luxo, como se esta indústria não tivesse sua relevância na economia mundial, empregando milhares de pessoas, gerando milhões em tributos e revelando artistas geniais que entram para a história da moda.

Mas o grande destaque do filme (apesar de Hathaway e Blunt serem estrelas ascendentes e ótimas atrizes) foi sem dúvida a Miranda Priestly de Meryl Streep. A ganhadora de 3 Oscars recebeu outra indicação ao Prêmio de Melhor Atriz, pela editora personalista, perfeccionista e despótica que não hesita em humiliar seus colaboradores com mudanças de ordens inesperadas e surpreendentes. É um dos (tantos) trabalhos espectaculares da atriz.

O DIABO VESTE PRADA é uma comédia dramática muito bem feita que mescla drama e comédia em doses iguais. Mas seu forte é o olhar sobre o moderno mundo da moda (e das publicações especializadas). Sem dúvida, é um filme formalmente lindo, bem interpretado, com diálogos e personagens deliciosos e que se vê com muito prazer.

The actress Anne Hathaway published on Thursday a post to commemorate the 10 years of the film THE DEVIL WEARS PRADA, directed by the American filmmaker David Frankel (BAND OF BROTHERS), with her, Meryl Streep and Emily Blunt.

The film tells the story of a girl who gets the job of assistant editor in chief of RUNWAY Magazine (frankly based on VOGUE Magazine and its mega publisher Anna Wintour, a myth of the fashion and editorial mediums) and is forced to live with idiosyncrasies the boss.

Based on the best seller by Laura Weisberger, the film still had the excellent Stanley Tucci in the cast, as a sort of hidden eminence of the Magazine that reconciles everything and everyone with solutions always affectionate and humorous.

THE DEVIL WEARS PRADA received some acid criticism for dealing with models, brands and luxury, as if this industry did not have its relevance in the world economy, employing thousands of people, generating millions in taxes and revealing great artists who enter the history of fashion.

But the big highlight of the film (although Hathaway and Blunt are rising stars and great actresses) was undoubtedly Meryl Streep‘s Miranda Priestly. The winner of 3 Oscars received another nomination for the Best Actress Award, by the personalist, perfectionist and despotic editor who does not hesitate to humiliate her collaborators with unexpected and surprising changes in orders. It is one of the (so many) spectacular works of the actress.

THE DEVIL WEARS PRADA is a very well done dramatic comedy that mixes drama and comedy in equal doses. But its strength is the look at the modern world of fashion (and specialized publications). Undoubtedly, it is a formally beautiful film, well interpreted, with delicious dialogues and characters and that you can see with great pleasure.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.