O DOBRO OU NADA: Risadas e Dores do Vício em Jogo

A atriz londrina Rebecca Hall tem apenas 38 anos. Já ganhou um BAFTA, um GOTHAM e um SPIRIT, todos prêmios prestigiados no cinema internacional. Já trabalhou com Woody Allen (VICKY CRISTINA BARCELONA e UM DIA DE CHUVA EM NOVA IORQUE), Ben Affleck (ATRAÇÃO PERIGOSA), Christopher Nolan (O GRANDE TRUQUE) e Ron Howard (FROST/NIXON).

O DOBRO OU NADA, do ótimo cineasta britânico Stephen Frears, lançado em 2012 é uma interessante comédia dramática que lhe deu o papel de protagonista. A jovem striper Beth resolve se mudar para Las Vegas, onde é apresentada ao apostador compulsivo e booker Dink (Bruce Willis em papel divertido) que fica fascinado por ela (e por sua facilidade com números) e a contrata como assistente. A esposa ciumenta de Dink, a bela Tulip (a volta de Catherine Zeta Jones) entra em campo com brigas constantes sobre a recém chegada que ameaça tomar seu marido. O filme está na Apple TV+ e na Amazon Prime.

As confusões em que Beth se envolve são apenas pano de fundo para o diretor Frears colocar sua lente sobre o vício no jogo. Seus personagens apostam em “tudo que se move”, como diz David Greenberg (John Caroll Lynch), desde corridas de cachorros a concursos de miss. O elenco ainda tem Joshua Jackson, Vince Vaughn, Laura Prepon (THE HERO), Frank Grillo (novo ator que faz o pintor de BILLIONS) e Wendell Pierce (SUITS e JACK RYAN).

LAY THE FAVORITE é bem agradável de se ver. São pessoas bonitas, bons atores e atrizes, uma história ágil e divertida, mas que jamais abandona refletir sobre os males do vício em jogos.

Os melhores momentos são aqueles em que o filme foca o sofrimento dos apostadores enquanto vêem os jogos nos quais apostaram quantias absurdas. Perder ou ganhar é aleatório, mas o sofrimento é obrigatório e inevitável.

Vale a pena ver O DOBRO OU NADA. Até pela ruivinha Rebecca Hall, uma atriz em ascensão.

London actress Rebecca Hall is only 38 years old. He has already won a BAFTA, a GOTHAM and a SPIRIT, all prestigious awards in international cinema. He has worked with Woody Allen (VICKY CRISTINA BARCELONA and A RAINY DAY IN NEW YORK), Ben Affleck (DANGEROUS ATTRACTION), Christopher Nolan (THE PRESTIGE) and Ron Howard (FROST / NIXON).

LAY THE FAVORITE, by the great British filmmaker Stephen Frears (DANGEROUS LIASONS), released in 2012 is an interesting dramatic comedy that gave him the role of protagonist. Young stripper Beth decides to move to Las Vegas, where she is introduced to the compulsive gambler and booker Dink (Bruce Willis in fun paper) who is fascinated by her (and her ease with numbers) and hires her as an assistant. Dink’s jealous wife, the beautiful Tulip (the return of Catherine Zeta Jones) enters the field with constant fights over the newcomer who threatens to take her husband.

The confusions Beth is involved in are just a backdrop for director Frears to put his lens on gambling addiction. His characters bet on “everything that moves”, as David Greenberg (John Caroll Lynch) says, from dog races to missions contests. The cast also has Joshua Jackson, Vince Vaughn, Laura Prepon (THE HERO), Frank Grillo (new actor who plays the BILLIONS painter) and Wendell Pierce (SUITS and JACK RYAN).

LAY THE FAVORITE is very pleasant to see. They are beautiful people, good actors and actresses, an agile and fun story, but one that never ceases to reflect on the evils of addiction to games.

The best moments are those in which the film focuses on the suffering of gamblers while watching the games on which they have bet absurd amounts. Losing or winning is random, but suffering is mandatory and inevitable.

It is worth seeing LAY THE FAVORITE. Even for Rebecca Hall, a rising actress.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.