CLUELESS, 25 ANOS: Cher e Suas Amigas na Era Pré-Instagram

Incrivelmente, o filme AS PATRICINHAS DE BEVERLY HILLS (candidato sério a pior título nacional de todos os tempos, como versão do excelente título original CLUELESS), que a roteirista e cineasta Amy Heckerling dirigiu em 1995, está fazendo 25 anos de seu lançamento.

Um grupo de meninas adolescentes de Beverly Hills chega àquela fase da vida em que precisam se definir profissionalmente (escolha da faculdade, carreira, profissão, cidade onde vão morar), deixando para trás a vida de baladas, festas, namoricos e muito fofoca (na época era o início das redes sociais).

A estrela do filme foi Alicia Silverstone, uma ascendente atriz que teve sua carreira atropelada pelo fracasso colossal do filme BATMAN E ROBIN, de Joel Schumacher, onde era a Bat Girl mais gordinha do cinema. Hoje, aos poucos, ela volta a perseguir o sucesso que a personagem Cher lhe deu em CLUELESS. Alguns parceiros de elenco ainda estão nas telas, como Paul Rudd, Jeremy Sisto, Dan Hedaya. Houve a trágica morte de Brittany Murphy, uma das que mais prometia do elenco juvenil.

O roteiro do filme via de forma crítica a futilidade e a superficialidade dos comportamentos das adolescentes, o que nem sempre foi bem observado pela crítica. Havia cenas e diálogos que, embora embalados em tom de comédia, era fortemente questionadores de modismos, grifes e likes.

Um diálogo, como exemplo. Cher está saindo para uma festa com um vestido branco minúsculo e passa em frente ao pai.

PAI: O que é isto; CHER: Um vestido; PAI: Quem disse?; CHER: Calvin Klein.

Eu me recordo de ter gostado de CLUELESS na época de seu lançamento. O filme atravessou estas duas décadas e meia quase como um cult juvenil. Evidentemente, há outros filmes dos anos 90 mais representativos, como CURTINDO A VIDA ADOIDADO, O PRIMEIRO ANO DO RESTO DE NOSSAS VIDAS e O CLUBE DOS CINCO.

Como as coisas que criticava com inteligência e bom humor somente se acentuaram nestes tempos de nudes, selfies e desafios virtuais, acho que CLUELESS vai ficar em cartaz muito mais.

Incredibly, the movie CLUELESS, which the screenwriter and filmmaker Amy Heckerling directed in 1995, is celebrating 25 years of release.

A group of teenage girls from Beverly Hills reaches that stage of life when they need to define themselves professionally (choice of college, career, profession, city where they will live), leaving behind the life of ballads, parties, flirting and much gossip (at the time it was the beginning of social networks).

The star of the film was Alicia Silverstone, a rising actress whose career was hit by the colossal failure of the film BATMAN AND ROBIN, by Joel Schumacher, where she was the chubby Bat Girl. Today, little by little, she returns to pursue the success that the character Cher gave her in CLUELESS. Some casting partners are still on screen, like Paul Rudd, Jeremy Sisto, Dan Hedaya. There was the tragic death of Brittany Murphy, one of the most promising of the youth cast.

The film’s script critically saw the futility and superficiality of the adolescents’ behaviors, which was not always well observed by critics. There were scenes and dialogues that, although packed in a comedy tone, were strongly questioning fads, brands and likes.

One dialogue, as an example. When Cher is leaving for a party with a minuscule white dress and appears in front of the father:

Mel: What the hell is that? ; Cher: A dress.; Mel: Says who? ; Cher: Calvin Klein.

I remember liking CLUELESS at the time of its release. The film went through these two and a half decades almost as a youth cult. Of course, there are other films from the 90s that are more representative, such as ENJOYING LIFE ADOIDATED, THE FIRST YEAR OF THE REST OF OUR LIVES and THE CLUB OF THE FIVE.

As the things that I criticized with intelligence and good humor only became more accentuated in these times of nudes, selfies and virtual challenges, I think CLUELESS will be on display a lot more

One Reply to “CLUELESS, 25 ANOS: Cher e Suas Amigas na Era Pré-Instagram”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.