O HOMEM QUE ELAS AMAVAM DEMAIS: Drama Francês com a Arte de Catherine Deneuve em uma História Real

O HOMEM QUE ELAS AMAVAM DEMAIS é um drama francês que o premiado cineasta André Téchiné (Palma de Ouro de Melhor Diretor em Cannes por RENDEZ-VOUS e César de Melhor Diretor por LES ROSEAUX SAVAGES) dirigu em 2014, com a eterna Catherine Deneuve. O filme está disponível na Amazon Prime Brasil.

L’HOMME QU’ON AINMAIT TROP conta a história de uma velha dama proprietária de um Cassino em Nice (Le Palais) pressionada por mafiosos (que querem comprar o velho cassino) e empreendedores imobiliários que querem derrubar o prédio que vê retornar da África sua filha com quem mantém um tumultuado relacionamento. As duas se envolvem (um profissionalmente e outra afetivamente) com um jovem e ambicioso advogado que pretende à força assumir um papel decisivo na vida das duas.

Catherine Deneuve é certamente uma das atrizes mais famosas de todos os tempos. Sua presença cênica é única e cada vez que aparece “pára”o filme. É impossível não ficar hipnotizado pela arte e pela história que Deneuve simboliza. Aqui, com 77 anos, rouba o filme. No terreno dos jovens, a interessante atriz Adèle Haenel (a Heloise de RETRATO DE UM A JOVEM EM CHAMAS) consegue criar uma Àgnes Le Roux cheia de vida, dilemas e hesitações, mas sempre digna de atenção. Guillaume Canet (TELL NO ONE) segue sua ascendente carreira compondo o advogado Maurice Agnelet).

O filme se baseia no caso real da acusação de assassinato feita ao Advogada Maurice Agnelet em face do desaparecimento da herdeira do Palais Royale, Agnes Le Roux, 29 anos, crime que teria ocorrido em um final de semana que o casal passou na Itália.

O filme de Téchiné é triste, muito triste. O final melancólico vai se formando peça a peça compondo um quadro trágico mas inevitável. Visualmente, o filme é fascinante. Fotografia, música, cenografia, alternância entre filmagens externas e internas, tudo é meticuloso e propositado. Téchiné sabe manejar sua câmera.

IN THE NAME OF MY DAUGHTER é um drama poderoso que deve ser visto em nome dos artistas de alta categoria envolvidos no projeto.

IN THE NAME OF MY DAUGHTER is a French drama that award-winning filmmaker André Téchiné (Palme d’Or of Best Director in Cannes for RENDEZ-VOUS and César for Best Director for LES ROSEAUX SAVAGES) directed in 2014, with the eternal Catherine Deneuve. The film is available on Amazon Prime Brasil.

L’HOMME QU’ON AINMAIT TROP tells the story of an old lady who owns a Casino in Nice (Le Palais) pressured by mobsters (who want to buy the old casino) and real estate developers who want to tear down the building they see returning from Africa his daughter with whom he has a tumultuous relationship. The two get involved (one professionally and the other emotionally) with a young and ambitious lawyer who forcibly intends to take a decisive role in their lives.

Catherine Deneuve is certainly one of the most famous actresses of all time. Its scenic presence is unique and each time it appears “it stops” the film. It is impossible not to be mesmerized by the art and history that Deneuve symbolizes. Here, aged 77, he steals the film. In the field of young people, the interesting actress Adèle Haenel (the Heloise of PORTRAIT OF A YOUNGER IN FLAMES) manages to create a Àgnes Le Roux full of life, dilemmas and hesitations, but always worthy of attention. Guillaume Canet (TELL NO ONE) follows his upward career composing lawyer Maurice Agnelet).

The film is based on the real case of the murder charge made to Lawyer Maurice Agnelet in the face of the disappearance of the Palais Royale heiress, Agnes Le Roux, 29, a crime that would have occurred in a weekend that the couple spent in Italy.

Téchiné’s film is sad, very sad. The melancholic ending is formed piece by piece, composing a tragic but inevitable picture. Visually, the film is fascinating. Photography, music, scenography, alternating between external and internal filming, everything is meticulous and purposeful. Téchiné knows how to handle his camera.

IN THE NAME OF MY DAUGHTER is a powerful drama that must be seen on behalf of the top artists involved in the project.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.