EM BUSCA DE FELLINI: Uma Jovem Descobre o Cinema do Mestre em Road Movie Lírico e Nostálgico

EM BUSCA DE FELLINI é um excelente filme que o surpreendente cineasta sul africano Taron Lexton fez, contando a história de uma jovem americana, criada em uma bolha pela mãe e tia, que um dia descobre, acidentalmente no centro de Cleveland, Ohio, um cinema que exibe um Festival Fellini, com filmes do Mestre. Lucy (impressionante interpretação da jovem atriz lituana Ksenia Solo), onde naquele dia, uma plateia de fãs caracterizados como os personagens fellinianos vai assistir LA STRADA, com Giuleta Masina, Anthony Quinn e Richard Basehart. A vida de Lucy muda para sempre naquele dia.

Ela sai do cinema hipnotizada, tendo visões de cenas e personagens de Fellini. Vai a uma locadora e compra todos os filmes do mestre, em VHS. Vai para a casa quase catatônica, passa pela mãe e tia sem falar e se tranca no quarto para fazer uma imersão no genial cinema de Federico Fellini. Não satisfeita, nos dias seguintes liga para Roma e tenta agendar um encontro com o cineasta e sai de casa rumo à Itália.

IN SEARCH OF FELLINI é um filme muito rico. Em absoluto primeiro lugar está uma declaração de amor ao cinema em geral e a Fellini em particular. O impacto que a arte de Fellini tem em Lucy é o mesmo – guardadas as proporções – que cada um de nós, cinéfilos teve um dia em sua vida ao ver pela primeira vez um filme de Hitchcock, ou Coppola, ou Bergman, ou Allen, ou Truffaut, ou Welles e tantos outros artistas superiores que o cinema abrigou. A quantidade de cenas em que há citações mais ou menos explícitas de filmes de Fellini faz do filme quase um museu em movimento da obra felliniana.

O filme também é um road movie. Em sua busca por se encontrar com Federico, Lucy passa por Verona, Veneza e finalmente Roma. A narrativa recria o clima onírico, lúdico e deslumbrantemente fulgurante dos filmes de Fellini. O espectador não sabe bem o que realmente acontece na jornada de Lucy ou o que é um sonho, uma visão ou uma alucinação da personagem.

Um aspecto importante da narrativa é a história paralela em que a mãe (doente) e a tia de Lucy, lá em Ohio fazem uma maratona dos filmes de Fellini, mesclando desconhecimento, ignorância e fascínio por uma arte que desconhecem e não conseguem entender o que despertou em Lucy.

Há muitas frases de Fellini ditas por personagens ao longo da história. “Realismo é uma má palavra. Eu não vejo fronteira entre o imaginário e o real”. “O visionário é o único verdadeiro realista”. “A vida não é nada mais que uma ilusão”. Coisa de gênio.

IN SEARCH OF FELLINI é um filme que deve ser visto por todas as pessoas que amam cinema. É uma poderosa ode à força das imagens em movimento nas telas, sob a direção de um dos maiores gênios da história. Fellini é imortal como sua arte. Emocionante.

IN SEARCH OF FELLINI (Apple TV +, Amazon Prime Video and Google Play) is an excellent film that the surprising South African filmmaker Taron Lexton made, telling the story of a young American woman, raised in a bubble by her mother and aunt, that one day finds out, accidentally in downtown Cleveland, Ohio, a cinema that hosts a Fellini Festival, with films by the Master. Lucy (impressive interpretation of the young Lithuanian actress Ksenia Solo), saw that day, an audience of fans characterized as the Fellinian characters watch LA STRADA, with Giuleta Masina, Anthony Quinn and Richard Basehart. Lucy’s life changes forever that day.

She leaves the cinema mesmerized, having visions of scenes and characters of Fellini. She goes to a video store and buy all the films from the master, in VHS. She goes to her house almost catatonic, passes by her mother and aunt without speaking and locks herself in his room to immerse in the brilliant cinema of Federico Fellini. Not satisfied, in the following days she calls Rome and tries to schedule a meeting with the filmmaker and leaves home for Italy.

IN SEARCH OF FELLINI is a very rich film. Absolutely first is a declaration of love for cinema in general and Fellini in particular. The impact that Fellini’s art has on Lucy is the same – subject to proportions – that each of us film buffs had a day in our life when we first saw a film by Hitchcock, or Coppola, or Bergman, or Allen, or Truffaut, or Kubric, or Welles and so many other top artists that cinema housed. The number of scenes in which there are more or less explicit quotations from Fellini’s films makes the film almost a moving museum of Fellin’s work.

The film is also a road movie. In her quest to meet Federico, Lucy passes through Verona, Venice and finally Rome. The narrative recreates the dreamlike, playful and dazzlingly brilliant atmosphere of Fellini’s films. The viewer is not sure what really happens on Lucy’s journey or what is a character’s dream, vision or hallucination.

An important aspect of the narrative is the parallel story in which Lucy’s mother (ailing) and aunt, back in Ohio, make a marathon of Fellini’s films, mixing ignorance, ignorance and fascination with an art they are unaware of and cannot understand what woke up in Lucy. Maria Bello e Mary Lynn Rajskub (24) estão ótimas nos papeis.

There are many phrases by Fellini spoken by characters throughout history. “Realism is a bad word. I see no line between the imaginary and the real”. “The visionary is the only true realist”. “Life is nothing but an illusion”. A Genius thing.

IN SEARCH OF FELLINI is a film that must be seen by all people who love cinema. It is a powerful ode to the force of moving images on screens, under the direction of one of the greatest geniuses in history. Fellini is immortal like his art. Touching.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.