CLICHÊS DE FILMES : CENAS QUE SE VÊ APENAS NAS TELAS

ISAAC MENDA ESCREVE SEU TERCEIRO TEXTO COMO CONVIDADO DO CINEMARCO.

Depois de tanto assistir filmes, a gente vai se acostumando a determinadas cenas que se repetem. São os famosos clichês. Vou dar alguns exemplos:

Num filme sério é fácil de estacionar o carro na rua, mas, em compensação, em comédia, nunca se encontra lugar.

Alguém (principalmente homem) que vai preparar uma refeição, sempre está cortando cenouras em rodelas, com uma taça de vinho ao lado.

A pessoa ao falar no celular e se irrita com a conversa, ao final da ligação joga o aparelho no chão ou em outro lugar, repetindo fuck, fuck, fuck!

Mas, se o telefone é fixo, fica batendo com o bocal no aparelho, repetindo fuck, fuck, fuck!

Uma pessoa que recebeu uma notícia desagradável ou se irritou com alguém, ao entrar no carro fica batendo com as mãos na direção, repetindo fuck, fuck, fuck!

A pessoa recebe uma ligação e o interlocutor pede para ligar a TV. Imediatamente pega o controle remoto e liga exatamente no canal. Não existem outros canais?

Ao final de uma reunião quando todos os participantes estão se retirando do local, quem presidiu pede para uma pessoa ficar.

Todos os caras bons sempre acertam os tiros e matam os caras maus. Por outro lado, os caras maus têm uma pontaria excelente, pois sempre acertam o braço dos caras bons e às vezes de raspão.

Numa cena de guerra, os soldados estão numa trincheira abaixados e um deles diz que quando a guerra terminar retornará para a fazenda de seu pai, casar com a namorada e ter filhos. Pode esperar que ele é o próximo a morrer no filme.

Filme americano. Momento de refeição em casa. As pessoas não comem e ficam mexendo a comida com o garfo fazendo uma mistura.

Alguém chega numa casa e bate na porta. Sem resposta. Ele nota que a porta está entreaberta e entra encontrando uma pessoa assassinada.

Um casal está conversando e um deles faz uma citação de um livro ou de um poema e o outro, imediatamente, termina a frase. Bota cultura nisso.

Em qualquer bar, em qualquer tipo de filme, o barman está sempre secando os copos.

Todo presidente americano sempre foge pela cozinha de hotel quando é atacado.

Todo policial veterano que está prestes a se aposentar, sempre tem uma última missão que, quase sempre morre.

Quando alguém está triste, vai até o armário de roupas e tira da prateleira de cima uma caixa de sapatos. Abre e vê uma ou duas fotos de sua infância.

Breakfast. A mesa está posta com sucos, torradas, panquecas, frutas e outras coisas. O marido chega, toma um gole de café e diz para a esposa que está atrasado e vai embora.

O filho rebelde sempre está com fones no ouvido e nunca ouve quando alguém fala com ele.

Alguém está num bar sentado no balcão bebendo sozinho. Sempre tem uma mulher na ponta o encarando.

Toda empregada doméstica tem medo de ser deportada, pois está ilegalmente no país.

Festa em uma mansão. Alguém que não é convidado se mistura entre os presentes e pergunta para o garçon onde é o banheiro. Ele diz que é em cima, a segunda porta à direita. A pessoa vai subindo devagar e vai abrindo portas até encontrar um escritório. Liga o computador e coloca o pendrive para copiar um programa secreto. Enquanto vai mostrando o percentual de transferência, o dono da casa começa subir as escadas. Segue o percentual e segue o dono da casa. Ele vai se aproximando do escritório e está em 95%. Quando chega nos 100% ele entra e não tem ninguém no escritório, apenas uma janela aberta com as cortinas voando.

Num julgamento há uma discussão acirrada entre os advogados de acusação e de defesa. O juiz suspende a sessão e pede para que os advogados irem até a sua sala dizendo a famosa frase: Não vou mais tolerar esse tipo de discussão no meu tribunal!

Filme de avião sempre tem um piloto que é amante da aeromoça.

Numa autópsia o médico sempre encontra algo estranho no nariz ou boca do morto.

CIA e FBI sempre estão se hostilizando, sonegando informações entre um e outro.

Todo mocinho sabe pilotar helicóptero e lancha, fazer ligação direta num carro, saltar de paraquedas e outras.

O crupiê da roleta em um bar de filme de western sempre está com a cara mal humorada.

A mulher depois de uma longa noite de sexo sempre está coberta com lençol, inclusive quando se levanta cobrindo todo corpo para que o parceiro não a enxergue nua. Bota pudor nisso!

O homem, ao contrário, se levanta e segue nu para o banheiro, sendo mostradas suas nádegas.

ISAAC MENDA WRITES HIS THIRD TEXT AS A CINEMARK GUEST.

After watching so many films, we get used to certain scenes that are repeated all the time. These are the famous clichés. I will give some examples:

In a serious film it is easy to park your car on the street, but, in compensation, in comedy, you never find a free place.

Someone (especially a man) who is going to prepare a meal, is always slicing carrots, with a glass of wine beside them.

The person when talking on the cell phone (and gets irritated by the conversation), at the end of the call throws the device on the floor or elsewhere, repeating fuck, fuck, fuck!

But, if the phone is fixed, he (or she) keeps tapping the device, repeating fuck, fuck, fuck!

A person who received an unpleasant news or was angry with someone, when getting into the car is banging his hands in the direction, repeating fuck, fuck, fuck!

The person receives a call and the caller asks to turn on the TV. Immediately pick up the remote control and turn exactly in the right channel. Are there no other channels?

At the end of a meeting when all participants are leaving the venue, the chairperson asks for one person to stay.

All the good guys always shoot and kill the bad guys. On the other hand, bad guys have an excellent aim, as they always hit the arm (or shoulder) of good guys and sometimes graze.

In a war scene, the soldiers are in a lowered trench and one of them says that when the war is over he will return to his father’s farm, marry his girlfriend and have children. You can expect that he is the next to die in the film.

American film. Moment of meal at home. People do not eat and are stirring the food with a fork making a mixture.

Someone arrives at a house and knocks on the door. No reply. He notices that the door is ajar and enters to find a murdered person.

A couple is talking and one of them quotes from a book or a poem and the other immediately ends the sentence. What a culture!

In any bar, in any type of film, the bartender is always drying his glasses.

Every American president always sneaks into the hotel kitchen when he is attacked.

Every veteran police officer who is about to retire, always has one last mission when he (or she) almost always dies.

When someone is sad, he goes to the clothes closet and pulls out a shoe box from the top shelf. Open and see a photo or two from the childhood.

Breakfast. The table is set with juices, toast, pancakes, fruits and other things. The husband arrives, takes a sip of coffee and tells his wife that he is late and leaves.

The rebellious son always has headphones on and never listens when someone talks to him.

Someone is at a bar sitting at the counter drinking alone. There is always a woman at the end of the bar staring at him.

Every domestic worker is afraid of being deported because she is illegally in the country.

Party in a mansion. Someone who is not invited mixes up among the presents and asks the waiter where the bathroom is. He says it’s on the top, the second door on the right. The person goes up slowly and opens doors until he finds an office. Turn on the computer and put the flash drive to copy a secret program. While showing the percentage of transfer, the owner of the house starts to climb the stairs. Follow the percentage and follow the owner of the house. He is approaching the office and is at 95%. When he reaches 100% he enters and there is no one in the office, just an open window with the curtains flying.

In a trial there is a heated debate between the prosecuting and defense lawyers. The judge suspended the session and asked the lawyers to come to his office saying the famous phrase: I will not tolerate this type of discussion in my court anymore!

Airplane film always has a pilot who is a stewardess lover.

In an autopsy the doctor always finds something strange in the dead person’s nose or mouth.

CIA and FBI are always fighting each other, withholding information from one another.

Every good guy knows how to fly a helicopter and speedboat, make a direct call in a car, parachute jump and more.

The roulette dealer at a western movie bar always looks grumpy.

The woman after a long night of sex is always covered with a sheet, even when she gets up covering the whole body so that the partner does not see her naked. What a shame!

The man, on the other hand, gets up and goes naked to the bathroom, showing his buttocks.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.