THE FLIGHT ATTENDANT: Série Original da HBO MAX Inicia uma Comédia Dark Confusa

THE FLIGHT ATTENDANT, série original da HBO MAX investe forte no humor negro. Cassie Bowden, uma aeromoça de vida desregrada (vive em baladas sem fim ao redor do mundo entre os vôos nos quais trabalha), certa manhã acorda ao lado de um misterioso milionário russo em um hotel de luxo em Bangkok. Seu parceiro de noitada está morto, com a garganta cortada. Ela limpa o possível de pistas e foge para o aeroporto, sem chamar a polícia.

A partir daí, a série cria situações ao mesmo tempo trágicas e cômicas. Em seu desespero, Cassie volta imaginariamente ao quarto para discutir o que houve com o morto (um expediente muito bem utilizado no notável UM LOBISOMEM AMERICANO EM LONDRES, de John Landis e em MATCH POINT, by Woody Allen). A única saída de Cassie parece ser lembrar o que ocorreu para denunciar o verdadeiro culpado (a).

Kaley Cuco, a atriz californiana de THE BIG BANG THEORY é a estrela do show. O morto é o ator holandês Michiel Huissman, de GAME OF THRONES. A agente do FBI encarregada de investigar o caso é Merle Dandridge, a atriz nascida no Japão e protagonista de HALF-LIFE. E a aeromoça parceira de Cassie é Rosie Perez, sucesso anos atrás em ATRAÍDOS PELO DESTINO.

Não sendo fã de humor negro, achei o primeiro episódio muito confuso e próximo de encampar preconceitos bem ruins para uma comédia. Aeromoças têm vida desregrada e são mulheres fáceis , que leva uma vida sexual múltipla vai se envolver em confusão, quem bebe muito se atrapalha, países do oriente têm polícia e justiça corrupta, generalizações bem negativas e pré concebidas.

Isto é ainda mais surpreendente por a diretora da série é Suzanne Flogel, a escritora, produtora e cineasta americana criadora do ótimo roteiro de BOOKSMART, de Olivia Wilde.

Daqui a algumas semanas vou dar outra chance a THE FLIGHT ATTENDANT. A crítica tem visto mais pontos positivos que negativos no tour de force de Kaley Cuoco. A ver.

THE FLIGHT ATTENDANT, an original series from HBO MAX invests heavily in dark humor. Cassie Bowden, an unruly stewardess (lives in endless ballads around the world between the flights she works on), one morning wakes up next to a mysterious Russian millionaire in a luxury hotel in Bangkok. Her evening partner is dead, his throat slit. She clears as many vestiges as possible and flees to the airport, without calling the police.

From there, the series creates situations that are both tragic and comical. In her desperation, Cassie imagines back to the hotel room to discuss what happened with the dead man (a very well-used trick in John Landis‘ notable AN AMERICAN LOBISOMEM IN LONDON and by Woody Allen in MATCHPOINT). Cassie’s only way out seems to be to remember what happened to report the real culprit.

Kaley Cuoco, the Californian actress from THE BIG BANG THEORY is the star of the show. The dead man is Dutch actor Michiel Huissman, from GAME OF THRONES. The FBI agent charged with investigating the case is Merle Dandridge, the Japanese-born actress and protagonist of HALF-LIFE. And Cassie’s partner stewardess is Rosie Perez, a success years ago in IT COULD HAPPEN TO YOU.

Not being a fan of black humor, I found the first episode very confusing and close to embracing very bad prejudices for a comedy. Stewardesses have unruly lives and are easy women, who lead a multiple sex life will get involved in confusion, who drink a lot gets in the way, countries in the east have corrupt police and justice, very negative and pre-conceived generalizations.

This is even more surprising because the director os THE FLGHT ATTENDANT is Suzanne Flogel, the American producer, writer and filmmaker, that wrote the script of BOOKSMART, the creative movie of Olivia Wilde,

In a few weeks I will give THE FLIGHT ATTENDANT another chance. Critics have seen more positives than negatives in Kaley Cuoco’s tour de force. To see.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.