DESTACAMENTO BLOOD: Spike Lee Segue em Alta com Filme Gigante

Além de retomar o contato com vários amigos, a ideia de publicar no CINERMARCO as listas de melhores filmes e séries do ano teve a inegável virtude de nos expor filmes que a gente ou sequer tinha visto que existima ou não tinha despertado para sua qualidade.

Quando a NETFLIX lançou DESTACAMENTO BLOOD, de Spike Lee, meses atrás por algum motivo não pude ver no fim de semana do lançamento. Depois, sempre fui deixando o filme para depois, dado a sua temática violenta, algo mais difícil para tempos de pandemia.

Depois do filme aparecer em várias listas dos meus amigos e convidados, ontem tomei coragem e embarquei para o Vietnam de Spike Lee.

O filme é realmente muito bom. Na minha opinião se alinha com FAÇA A COISA CERTA e INFILTRADO NO KLAN, como os melhores trabalhos de Spike Lee.

Quatro amigos retornam ao Vietnam década depois da guerra para duas missões: recuperar os restos mortais de um grande parceiro de batalhão que morreu e foi enterrado na selva e buscar uma grande quantidade de ouro que eles tinham pego durante a guerra e deixado por lá para buscar depois.

O filme tem roteiro excelente (cheio de recursos, como os personagens falarem com o espectador em momentos chave da narrativa), flashbacks a granel (diferenciados pela alteração do formato de tela), cenas reais de filmes da época e uma tensão que nunca pára de crescer do início ao fim do filme.

Mais do que a loucura da guerra e sua herança de destruição décadas depois de terminar (as minas terrestres por exemplo) DAS 5 BLOOD, em suas 2h36min faz uma autópsia da guerra e seus traumas.

Delroy Lindo (ótimo ator em trabalho memorável), Chadwick Boseman (que ator o cinema perdeu em 2020), Jonathan Majors, Clark Peters, Norm Lewis, Isaiah Whitlock Jr., Mélanie Thierry, Paul Winter Houser, Jasper Pääkonen, Johnny Nguyen e Sandy Huong Phan compões um cast nota dez.

Spike Lee não economiza em violência. Há cenas brutais, difíceis de se ver. Mas a verdade é que a violência maios está na guerra e suas consequências.

Isso o filme de Spike Lee mostra com absoluta maestria. Apareceu em várias listas de melhores de 2020, com absoluta justiça. Os Bloods são muito especiais.

In addition to resuming contact with several friends, the idea of ​​publishing in CINERMARCO the lists of best films and series of the year had the undeniable virtue of exposing us to films that we either had never seen existed or had not awakened to their quality.

When NETFLIX released DAS 5 BLOOD, by Spike Lee some months ago for some reason I couldn’t see it at the first weekend. Afterwards, I was always leaving the film for later, given its violent theme, something more difficult for pandemic times.

After the film appeared on several lists of my friends and guests, yesterday I took courage and embarked for Spike Lee‘s Vietnam.

The film is really good. In my opinion it aligns with DO THE RIGHT THING and BLACKKLANSMAN, as the best works of Spike Lee.

Four friends return to Vietnam decadeS after the war for two missions: to recover the remains of a battalion partner who died and was buried in the jungle and to fetch a large amount of gold that they had taken during the war and left behind. there for later.

The film has an excellent script (full of resources, as the characters speak to the viewer at key moments in the narrative), several flashbacks (differentiated by the change in the screen format), real scenes from films of the War time and a tension that never stops growing from beginning to end of the film.

More than the madness of war and its legacy of destruction decades after it ended (landmines, for example) DAS 5 BLOOD, in its 2h36min makes an autopsy of the war and its traumas.

Delroy Lindo (great actor in memorable work), Chadwick Boseman (actor lost in 2020), Jonathan Majors, Clark Peters, Norm Lewis, Isaiah Whitlock Jr., Mélanie Thierry, Paul Winter Houser, Jasper Pääkonen, Johnny Nguyen and Sandy Huong Phan make up a ten-grade cast.

Spike Lee does not skimp on violence. There are brutal scenes, hard to see. But the truth is that the main violence is at war and its aftermath.

This Spike Lee’s film shows with absolute mastery. It appeared on several lists of the best of 2020, with absolute justice. Bloods are special.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.