UMA NOITE EM MIAMI: BLACK LIVES MATTER

O filme UMA NOITE EM MIAMI, da cineasta Regina King traz para as telas a peça teatral de Kemp Powers sobre um fictício encontro entre Muhammad Ali, Malcolm X, Jim Brown e Sam Cooke para discutir o tratamento discriminatório dado aos negros americanos nos anos 60.

Em sua 1h54mim, o filme traz discussões, brigas, afagos, elogios, dúvidas, mentiras e promessas das quatro figuras icônicas do ativismo racial nos EUA. Há um certo excesso de diálogos, embora a qualidade do texto seja magnífica. Há muitos pensamentos brilhantes nos diálogos entre os quatro protagonistas.

Os diálogos sobre a carreira cinematográfica de Jim Brown pós-NFL e os comentários sobre Bob Dylan e BLOWIN’ IN THE WIND são memoráveis.

Kingsley Ben-Adir (Malcolm X), Eli Goree (Cassius Clay), Aldis Hodge (Jim Brown) e Leslie Odom Jr. (Sam Cooke) estão muito bem em seus papéis. Conseguem recriar as figuras reais com perfeição.

A diretora Regina King (que fez a irmã do Presidente Palmer na sexta temporada de 24 HORAS) se sai muito bem nesta prova de fogo. Depois de vários episódios de séries e telefilmes, ela chega à maioridade em um filme denso, difícil, provocador, mas extremamente bem dirigido.

Como se sabe, a questão da discriminação racial segue infelizmente nos noticiários mesmo sete décadas depois dos fatos narrados no filme.

Por isso, a importância de filmes como este. Black Lives Matter.

The film ONE NIGHT IN MIAMI, by filmmaker Regina King brings to the screens the play by Kemp Powers about a fictional meeting between Muhammad Ali, Malcolm X, Jim Brown and Sam Cooke to discuss the discriminatory treatment of black Americans in 60’s.

In its 1h54mim, the film brings discussions, fights, strokes, praises, doubts, lies and promises of the four iconic figures of racial activism in the USA. There is a certain excess of dialogue, although the quality of the text is magnificent. There are many brilliant thoughts in the dialogues between the four protagonists.

The dialogues about the cinematographic career of Jim Brown, pos NFL and the comments about Bob Dylan and BLOWIN’IN THE WIND are remarkable.

Kingsley Ben-Adir (Malcolm X), Eli Goree (Cassius Clay), Aldis Hodge (Jim Brown) and Leslie Odom Jr. (Sam Cooke) are doing very well in their roles. They manage to recreate the real figures to perfection.

Director Regina King (who made President Palmer’s sister in the sixth season of 24) does very well in this trial by fire. After several episodes of series and telefilms, she comes of age in a dense, difficult, provocative, but extremely well-directed film.

As is well known, the issue of racial discrimination unfortunately remains on the news even seven decades after the facts narrated in the film.

Therefore, the importance of films like this is undeniable. Black Lives Matter.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.