SAURA (S): Um Documentário Excepcional sobre um Cineasta Genial

No site Belas artes a la Carte está rolando o festival VOLTA AO MUNDO: ESPANHA, cheia de ótimos filmes vindos do país espanhol.

Ontem vi SAURA(S), um documentário de 2017, que o cineasta Felix Viscaret idealizou fazer sobre o mitológico diretor Carlos Saura (vivo e cheio de projetos aos 87 anos). Quando percebeu que teria dificuldades em ter declarações de Carlos Saura sobre seu passado e sua obra, trouxe para as filmagens os setes filhos que Saura tem, oriundos de quatro casamentos. O filme virou SAURA(S).

Não tem como adjetivar o trabalho de Visvaret que não seja com superlativos. Na minha opinião, junta-se aos melhores documentários que já vi.

Trata-se de um filme maravilhoso tendo como personagem central um dos maiores cineastas de todos os tempos.

Os diálogos de Carlos Saura com seus filhos têm certa tensão, mas são derramadamente humanos e emotivos.

A colocação do cineasta frente a telões onde são colocadas fotografias de sua vida (notadamente dos filhos em diversas fases) e cenas marcantes de seus filmes foi uma ideia nada menos que brilhante. Cinema puro e da melhor qualidade.

Saura foi se soltando a cada filhos que chegava. Viscaret fez um filme incrível e prestou ao cinema – e ao grande Carlos Saura – a inestimável e devida homenagem sob a forma de um grande filme.

Evidentemente, chorei muito vendo o filme. Há muitas lições de vida na obra e nas falas de Carlos Saura e seus filhos.

SAURA (S) é um filme que todos devem ver. Carlos Saura é um cineasta que todos devem homenagear. Sempre.

On the Belas Artes a la Carte website, the AROUND THE WORLD: SPAIN festival is going on, full of great films from the Spanish country.

Yesterday I saw SAURA(S), a 2017 documentary, which filmmaker Felix Viscaret conceived about the mythological director Carlos Saura (alive and full of projects at the age of 87). When he realized that he would have difficulties in getting Carlos Saura’s statements about his past and his work, he brought to the filming the seven children that Saura has, from four marriages. The film became SAURA(S).

There is no way to describe Visvaret’s work other than superlatives. In my opinion, it joins the best documentaries I’ve seen.

This is a wonderful film with the central character of one of the greatest filmmakers of all time.

Carlos Saura‘s dialogues with his children have a certain tension, but they are flamboyantly human and emotional.

The filmmaker’s placement in front of big screens where photographs of his life (notably of his children in different phases) and striking scenes from his films are placed, was nothing less than a brilliant idea. Pure and best quality cinema.

Saura loosened up with each child that arrived. Viscaret made an incredible film and paid cinema – and the great Carlos Saura – the invaluable and due tribute in the form of a great film.

Evidently, I cried a lot watching the movie. There are many life lessons in the work and speeches of Carlos Saura and his children.

SAURA (S) is a movie that everyone should see. Carlos Saura is a filmmaker that everyone should pay homage to. Always.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.