LOKI: O Final da Primeira Temporada

O Disney+ colocou no ar o último episódio da série da MARVEL na semana em que é confirmada a temporada 2 das aventuras do Príncipe do Engano, o anti-herói Loki, o irmão menos sério do Deus Thor de Asgard.

Tom Hiddleston faz outro ótimo trabalho como Loki. Ele tem capacidade de ir do drama à comédia, da aventura ao filme de super herói sem grande esforço e belos resultados.

Na minha opinião, sempre que LOKI se leva menos a sério e transita pelo tom cômico, a trama cresce muito. Nos próprios filmes da franquia AVENGERS, Loki era um dos elementos de alívio cômico, sempre com ótimos resultados. Com o universo ameaçado, um personagem completamente vigarista e interessado apenas em sua própria salvação funcionou sempre muito bem.

Nesta primeira temporada, são as cenas e diálogos cômicos que se tornam o maior destaque. O Loki réptil (um dos variantes que se encontram num planeta desolado) é o ponto alto da série. Fino humor.

Há todos os tipos de Loki, inclusive a protagonista Silvye Loki, vivida com garra pela atriz inglesa Sophia di Martino. O elenco ainda tem o sempre duvidoso Luke Wilson (como Moebius), Gugu Mbatha-Raw e Richard EW. Grant, como o Loki Clássico.

Quando a série tenta um caminho mais sério e filosófico, acho que cai muito. O chalalá sobre o fim dos tempos, aquele que fica e a alternância de linhas do tempo pode ser excitante para os muito fãs, mas é uma verborragia menos divertida.

Muitos filmes, personagens e enredos ficam muito melhor se se levam menos a sério. É um talento raro.

Disney+ aired the latest episode of the MARVEL series in the week that season 2 of the adventures of the Prince of Deception, the anti-hero Loki, the less serious brother of the god Thor of Asgard, is confirmed.

Tom Hiddleston does another great job as Loki. He has the ability to go from drama to comedy, from adventure to superhero movie with effortless and beautiful results.

In my opinion, whenever LOKI takes itself less seriously and transitions into the comic tone, the plot grows a lot. In the AVENGERS franchise themselves, Loki was one of the elements of comic relief, always with great results. With the universe in jeopardy, a character who was completely crooked and interested only in his own salvation always worked very well.

In this first season, it’s the comedic scenes and dialogue that become the biggest highlight. Reptile Loki (one of the variants found on a desolate planet) is the highlight of the series. Fine joke.

There are all kinds of Loki, including the protagonist Silvye Loki, played with vigor by English actress Sophia di Martino. The cast still features the always dubious Luke Wilson (as Moebius), Gugu Mbatha-Raw and Richard EW. Grant, like Classic Loki.

When the show tries a more serious and philosophical path, I think it falls a lot. The end-times, the one that stays and the alternating timelines can be exciting for a lot of fans, but it’s less fun verbiage.

Many movies, characters and plots are much better if they take themselves less seriously. It’s a rare talent.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.