TESTA DE FERRO POR ACASO: Um Filme Excelente com Woody Allen Apenas Atuando

Lembro que em 1976, quando assisti o filme TESTA DE FERRO POR ACASO (THE FRONT), de Martin Ritt, fiquei tão impressionado, que escolhi o melhor filme que vi naquele ano. Foi no Cine Baltimore no Bairro Bonfim, em Porto Alegre. Saí do cinema profundamente emocionado.

Muitos anos depois, depois, revi no Cinemax, THE FRONT.

O cineasta Martin Ritt se debruçou sobre o triste episódio da Comissão de Atividades Antiamericanas protagonizada pelo Senador Joseph McCarthy, caçando comunistas no meio do entretenimento americano.

O filme tem um dos melhores trabalhos de Woody Allen exclusivamente como ator. Seu personagem Howard Prince, um sujeito meio inútil que recebe a oportunidade de ser o “laranja” de roteiristas proibidos de trabalhar por terem seus nomes incluídos na chamada “Lista Negra”.

O elenco tinha Zero Mostel, Michael Murphy, Andrea Marcovicci e Danny Aiello.

Os valores do filme seguem impecavelmente atuais, os personagens extraordinariamente bem construídos e a historia tristemente real.

A Comissão de Atividades Antiamericanas felizmente não existe mais, mas a arrogância e a intolerância parecem ter crescido e tomado as mais diversas formas..

I remember that in 1976, when I watched Martin Ritt‘s movie THE FRONT, I was so impressed that I chose the best movie I saw that year. It was at the Cine Baltimore in Bairro Bonfim, in Porto Alegre. I left the cinema deeply moved.

Many years later, I saw again in Cinemax, THE FRONT.

Filmmaker Martin Ritt pored over the sad episode of the Commission on Anti-American Activities, starring Senator Joseph McCarthy, hunting communists in the midst of American entertainment.

The film has one of the best work by Woody Allen exclusively as an actor. His character Howard Prince, a kind of useless guy who gets the opportunity to be the “orange” of screenwriters banned from working because their names are included in the so-called “Black List”.

The cast included Zero Mostel, Michael Murphy, Andrea Marcovicci and Danny Aiello.

The film’s values ​​remain impeccably current, the characters extraordinarily well constructed and the story sadly real.

The Committee on Anti-American Activities fortunately no longer exists, but arrogance and intolerance seem to have grown and taken on many different forms.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.