DA VINCI’S DEMONS: Série do STARZ Traz Sexo, Guerras e Invenções do Gênio Italiano

Ontem finalmente fui ver alguns capítulos da série do STARZ intitulada DA VINCI’S DEMONS. É uma produção cheia de recursos, com um visual muito rico (desenhos mostram o que vai na cabeça do gênio Leonardo Da Vinci), movimentos de câmera bem ousados e uma abordagem dos temas sem meias palavras (ou imagens).

Assim, são muitas as cenas gráficas, tanto em matéria de violência (cabeças e braços decepados) como sexo (nudez frequente de mulheres e homens, homossexualismo).

Leonardo da Vinci, em seus vinte e poucos anos, vive em Florença, cidade dominada e governada pela Família Medici. Seu objetivo é ser contratado como engenheiro, já que até então é visto apenas como pintor e escritor. A iminente guerra de Florença com Roma (a Igreja) pelo domínio da Itália o coloca como o inventor e criador de engenhocas de guerra muito à frente do seu tempo.

DA VINCI’S DEMONS teve três temporadas no STARZ entre 2013 e 2015, quando foi cancelada. Já tinham sido 30 capítulos de mais de uma hora cada um.

O cardápio da série é intenso: há intriga política, briga por ascensão social, xenofobia, traições afetivas e políticas a granel, reviravoltas, peste, possessões demoníacas, inventos mirabolantes, a Poderosa Igreja governando com mão de ferro e muito mais.

O elenco tem o inglês Tom Riley (como Da Vinci), Gregg Chilingirian, a belíssima Laura Haddock (um destaque como a vilã Lucrezia Donatti), Eros Vlahos, Elliot Cowan, Blake Ritson, Hera Hilmar, James Faulkner, David Schofield, Lara Pulver e Tom Bateman.

Eu já tinha lido muito a respeito da qualidade da série. Portanto não foi surpresa o alto nível da produção, histórias e elenco. Para quem curte séries históricas, é um prato cheio.

Yesterday I finally went to see some chapters of the STARZ series titled DA VINCI’S DEMONS. It’s a impressive production, with a very rich look (drawings show what’s in the genius Leonardo Da Vinci’s mind), bold camera moves and an approach to themes without half words (or images).

Thus, there are many graphic scenes, both in terms of violence (killings, cut off heads and arms) and sex (frequent nudity of women and men, homosexuality).

Leonardo da Vinci, in his early twenties, lives in Florence, a city dominated and governed by the Medici family. His goal is to be hired as an engineer, since until then he is seen only as a painter and writer. Florence’s imminent war with Rome (the Church) for Italian rule places him as the inventor and creator of war gadgets far ahead of his time.

DA VINCI’S DEMONS had three seasons on STARZ between 2013 and 2015, when it was cancelled. It had already been 30 chapters of over an hour each.

The series’ menu is intense: there’s political intrigue, struggle for social ascension, xenophobia, emotional and political betrayals, plot twists, plague, demonic possessions, outlandish inventions, the Mighty Church ruling with an iron fist and much more.

The cast has English Tom Riley (as Da Vinci), Gregg Chilingirian, the beautiful Laura Haddock (a standout as the villain Lucrezia Donatti), Eros Vlahos, Elliot Cowan, Blake Ritson, Hera Hilmar, James Faulkner, David Schofield , Lara Pulver and Tom Bateman.

I had read a lot about the quality of the series. So it came as no surprise to the high level of production, stories and cast. For those who enjoy historical series, it’s a full program.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.