MEMÓRIAS DO MEU PAI: Drama Colombiano Merece Todos os Elogios

O cineasta espanhol Fernando Trueba fez em 2020, o filme EL OLVIDO QUE SEREMOS, uma história baseada em fatos reais sobre um professor universitário colombiano que era um militante pela diversidade e inclusão, pai do escritor Hector Abalde Faciolince.

O excelente ator espanhol Javier Camara (TRUMAN e FALE COM ELA) vive o Professor Héctor Abade Gomez, um personagem real que marcou época por sua filosofia e humanismo que incomodou os políticos tradicionais colombianos.

O filme tem uma curiosidade. A narrativa no tempo atual é filmada em preto e branco. As memórias do passado são coloridas. Trata-se de um recurso narrativo muito bem escolhido.

Impossível não ter dois sentimentos antagônicos ao ver o filme. Há um carinho imenso pelo personagem central, uma daquelas pessoas que viveu sem se preocupar consigo própria, colocando os outros à frente. O humanismo do Professor é memorável.

O segundo sentimento é o de revolta. A tristeza sobre o desfecho do caso e a conivência das autoridades colombianas (inclusive da Academia) é frustrante e desanimador.

MEMÓRIAS DO MEU PAI é um filme que deve ser visto. Trata-se de um ótimo trabalho da cinematografia colombiana, raramente vista por aqui.

O filme está na Amazon Prime americana e deve chegar logo por aqui.

Spanish filmmaker Fernando Trueba made in 2020 the film EL OLVIDO QUE SEREMOS, a story based on true facts about a Colombian university professor who was a militant for diversity and inclusion, father of writer Hector Abalde Faciolince.

The excellent Spanish actor Javier Camara (TRUMAN and TALK TO ELA) plays Professor Héctor Abade Gomez, a real character who made an epoch for his philosophy and humanism that bothered traditional Colombian politicians.

The movie has a curiosity. The narrative in the present time is filmed in black and white. Memories of the past are colorful. It is a very well chosen narrative resource.

Impossible not to have two antagonistic feelings when watching the movie. There is an immense affection for the central character, one of those people who lived without worrying about themselves, putting others ahead. The Professor’s humanism is memorable.

The second feeling is one of revolt. The sadness over the outcome of the case and the collusion of the Colombian authorities (including the Academy) is frustrating and disheartening.

MEMORIES OF MY FATHER is a must-see movie. This is a great work of Colombian cinematography, rarely seen here.

The film is on the American Amazon Prime and should arrive here soon.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.