ONLY MURDERS IN THE BUILDING: Final da Primeira Temporada é Cheio de Surpresas

A série ONLY MURDERS IN THE BUILDING encerrou sua primeira temporada em alto astral.

Já escrevi aqui que gostei da combinação heterodoxa de Steve Martin (como um ator com a carreira em baixa), Martin short (como um diretor em ostracismo) e Selena Gomes (como uma pintora desconhecida) que, morando no mesmo prédio em Manhattan, se unem para resolver um crime (ou mais) que acontecem no edifício.

Achei o melhor da série a presença de Amy Ryan, uma atriz top, fazendo o mais divertido papel de todos. Ainda são muito boas as cameos de Tina Fey e Nathan Lane.

OMITB passa a sensação de que foi feito com muito prazer. Todos do Projeto devem ter se divertido muito.

Impossível não rir muito com as aventuras desastradas dos três detetives amadores.

O espectador também se divertiu muito.

The ONLY MURDERS IN THE BUILDING series ended its first season in high level (and laughs).

I’ve already written here that I liked the unorthodox combination of Steve Martin (as an actor with a career in decline), Martin Short (as an ostracized director) and Selena Gomes (as an unknown painter) who, living in the same building in Manhattan, team up to solve one crime (or more) that happen in the building.

I thought the best of the series was the presence of Amy Ryan, a top actress, playing the most fun role of all. The cameos of Tina Fey and Nathan Lane are also very good.

OMITB gives the feeling that it was done with great pleasure. Everyone in the Project must have had a lot of fun.

Impossible not to laugh a lot at the bumbling adventures of the three amateur detectives.

The viewer had a lot of fun too.<

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.