LINA WERTMÜLLER: Uma Mulher Cineasta que Conquistou a Fama com Filmes Fortes e Incômodos

Na década de 70, quando era muito raro haver uma mulher diretora de filmes, a italiana Arcangela Felice Assunta Wertmüller von Elgg Spañol von Braueich se destacou muito com filmes radicais e polêmicos que lhe asseguraram notoriedade internacional.

Lina Wertmüller nunca esteve entre meus cineastas favoritos. Os filmes dela sempre me incomodaram.

MIMI O METALÚRGICO, SWEPT AWAY e PASQUALINO SETE BELEZAS (seu melhor trabalho) – os maiores sucessos da diretora – eram filmes em que tinham uma violência temática e visual muito grande, a meu ver, um ponto acima do tom. Lembro que – mesmo reconhecendo o talento diferenciado da maestra eu saía do cinema me sentindo desencantado.

Claro que tudo era intencional. Wertmüller queria que nós espectadores nos sentíssemos como seus personagens, normalmente operários questionadores dos comportamentos da opressiva burguesia italiana.

O maior mérito de Wertmüller foi seu pioneirismo. Uma cineasta pioneira em uma década em que o cinema era um Clube do Bolinha é um mérito inquestionável. Foi a primeira mulher a ser indicada ao Oscar de Melhor Diretor.

Ontem, aos 93 anos, Lina Wertmüller morreu na Itália. Deixa seu nome gravado na história do cinema mundial.

In the 70s, when it was very rare to have a female film director, the Italian Arcangela Felice Assunta Wertmüller von Elgg Spañol von Braueich stood out a lot with radical and controversial films that ensured her international notoriety.

Lina Wertmüller has never been among my favorite filmmakers. Her movies always bothered me.SE

THE SEDUCTION OF MIMI, SWEPT AWAY and SEVEN BEAUTY (her best work) – the director’s greatest successes – were films in which they had a very great thematic and visual violence, in my view, one point above the tone. I remember that – even acknowledging the maestra’s distinctive talent I left the cinema feeling disenchanted.

Of course it was all intentional. Wertmüller wanted us viewers to feel like her characters, normally workers questioning the behavior of the oppressive Italian bourgeoisie.

Wertmüller’s greatest merit was his pioneering spirit. A pioneering filmmaker in a decade when cinema was a Male Club is an unquestionable merit. She was the first woman to be nominated for Best Director in the Oscars.

Yesterday, aged 93, Lina Wertmüller died in Italy. She leaves her name engraved in the history of world cinema.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.