COWBOY BEBOP: Anime de Sucesso Levado às Telas é Exercício Visual Ousado que Não Deu certo

Animes não são a minha praia.

Mas quando vi que a NETFLIX fez uma série de 10 episódios com o mega sucesso dos animes COWBOY BEBOP fui conferir.

A produção e o visual da série são impressionantes.

Num futuro distante, dois caçadores de recompensas (um ex-marginal e outro ex-policial) se juntam para ganhar a vida caçando fugitivos em troca das recompensas milionárias pagas pelo sistema.

Só que nada é o que parece.

Os tipos que a série importa do anime são muito malucos. Tem drogas lisérgicas, tele transporte, armas atômicas, estações espaciais, super cachorros, femmes fatales sedutoras e traiçoeiras, braço mecânico, uma verdadeira salada de tipos e influências.

John Cho, Mustafa Shakir, Daniella Pineda, Elena Satine, Ann Truong, Tamara Tunie, Mason Alexander Park, Lucy Currey e Rachel House fazem um elenco sempre atraente.

O estilo SIN CITY de filmar (meio noir meio BLADE RUNNER) lá pelas tantas assume importância demais e todas as cenas são estilosas, deixando a trama em segundo plano.

Quando o visual fica mais importante que o temático, normalmente a coisa desanda.

Ainda vou ver mais um pouco de COWBOY BEBOP. A série foi cancelada depois desta primeira temporada. Espero que a história termine.

Anime is not my thing.

But when I saw that NETFLIX made a series of 10 episodes with the mega success of the COWBOY BEBOP anime I went to check it out.

The production and visuals of the series are impressive.

In the distant future, two bounty hunters (one ex-marginal and the other ex-cop) team up to make a living hunting fugitives in exchange for multi-million rewards paid by the system.

But nothing is what it seems.

The types that the series imports from the anime are pretty crazy. It has lysergic drugs, teleportation, atomic weapons, space stations, super dogs, seductive and treacherous femmes fatales, mechanical arm, a veritable salad of types and influences.

John Cho, Mustafa Shakir, Daniella Pineda, Elena Satine, Ann Truong, Tamara Tunie, Mason Alexander Park, Lucy Currey and Rachel House make for an always attractive cast.

SIN CITY’s style of filming (half noir, half BLADE RUNNER) takes on too much importance and all the scenes are stylish, leaving the plot in the background.

When the visual becomes more important than the theme, things usually go wrong.

I have yet to see more of COWBOY BEBOP. The series was canceled after this first season. I hope the story ends.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s