MENTIRAS: Série Espanhola da NETFLIX e as Vítimas de Violência Sexual

Está em cartaz na NETFLIX, a série espanhola MENTIRAS. A trama narra, em seis capítulos, a história de uma professora de literatura que, recém separada, sai com um médico conceituado e, depois de uma balada, tem a certeza de que foi vítima de violência sexual.

Mas quem iria acreditar nela, contra a palavra do médico, sem provas concretas?

Laura Lunar (Angel Cremonte muito bem) enfrenta o Doutor Javier Vera (Xavier Rey) contra as dúvidas de todos a quem conta sua história, a iniciar pela própria irmã Catalina Munar (Manuela Velasco) e o ex-marido Ivan (Miguel Fernandez).

A série até escorrega ao introduzir outros sub temas (o romance entre a irmã da protagonista e seu ex-marido nada acrescenta), talvez por achar o tema central pesado demais.

Acho que o maior mérito de MENTIRAS é expor o fenômeno da culpabilização da vítima, tão comum nestas situações. Neste ponto, a série UNBELIEVABLE é uma obra prima.

MENTIRAS não chega a este nível de excelência.

Mas nos tempos que vivemos, é interessante ver esta luta em pleno vigor.

It’s showing on NETFLIX, the Spanish series LIAR. The plot tells, in six chapters, the story of a literature teacher who, recently separated, goes out with a renowned doctor and, after a night out, is sure that she was a victim of sexual violence.

But who would believe her, against the doctor’s word, without hard evidence?

Laura Lunar (Angel Cremonte very well) faces Doctor Javier Vera (Xavier Rey) against the doubts of everyone to whom she tells her story, starting with her own sister Catalina Munar (Manuela Velasco) and her ex-husband Ivan (Miguel Fernandez).

The series even slips by introducing other sub-themes (the romance between the protagonist’s sister and her ex-husband doesn’t add anything), perhaps because it finds the central theme too heavy.

I think that the greatest merit of LIAR is to expose the phenomenon of victim blaming, so common in these situations. At this point, the UNBELIEVABLE series is a masterpiece.

LIAR doesn’t reach this level of excellence.

But in the times we live in, it’s interesting to see this struggle in full force.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.