FUGA DO PASSADO: Clássico Noir com Robert Mitchum, Kirk Douglas e Várias Mulheres Fatais

Vi ontem o filme clássico do gênero noir FUGA DO PASSADO (OUT OF THE PAST), que o francês Jacques Tourneur (responsável pelo clássico A MARCA DA PANTERA) dirigiu em 1947.

Que filme! Robert Mitchum é Jeff, um homem de passado misterioso que vai viver em uma pequena cidade do interior, onde abre uma oficina mecânica. Frequenta os restaurantes locais, é conhecido de todos e até arrisca um namoro com a queridinha da cidade, a bela e tímida Ann (Virginia Huston).

Um dia chega um forasteiro e o chantageia para ir a São Francisco encontrar seu ex-chefe, o violento Whit (Kirk Douglas) que teria um último serviço a lhe ordenar. Além dos riscos envolvidos, a viagem o colocaria outra vez em contato com mulheres perigosas e tentadoras, como Kate (Jane Greer) e Meta Carson (Rhonda Fleming).

Sem saída, Jeff tem que ir. Sua vida pacata acabou.

Ver um filme noir típico, com seus personagens, enredo e até enquadramentos de câmera típicos, é um deleite. Os atores estão soberbos.

Mas o charme do filme são as mulheres. Comandando a ação, fumando muito e não hesitando em trair quem quer que seja para se dar bem, as femmes fatales do gênero noir são um capítulo à parte.

Não há final feliz possível para quem se enfeitiçou por uma delas.

Yesterday I saw the classic noir film OUT OF THE PAST, which the Frenchman Jacques Tourneur (responsible for the classic CAT PEOPLE) directed in 1947.

What a movie! Robert Mitchum is Jeff, a man with a mysterious past who goes to live in a small country town, where he opens a mechanic shop. He frequents the local restaurants, is known to everyone and even risks a relationship with the town’s sweetheart, the beautiful and shy Ann (Virginia Huston).

One day an outsider arrives and blackmails him into going to San Francisco to meet his ex-boss, the violent Whit (Kirk Douglas) who would have one last job to order for him. In addition to the risks involved, the trip would bring him back into contact with dangerous and tempting women, such as Kate (Jane Greer) and Meta Carson (Rhonda Fleming).

No way out, Jeff has to go. His peaceful life is over.

Seeing a typical film noir, with its typical characters, plot and even typical camera angles, is a delight. The actors are superb.

But the charm of the film is the women. Commanding the action, smoking a lot and not hesitating to betray anyone to get away with it, the femmes fatales of the noir genre are a chapter apart.

There is no happy ending possible for anyone who has been bewitched by one of them.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s