O ESPELHO DOS OUTROS: Cinema Argentino Não Pára de Nos Dar Pequenas Jóias

O cinema argentino me surpreende seguidamente. Apesar das inúmeras obras cinematográficas maravilhosas vindas do país vizinho (O SEGREDO DOS SEUS OLHOS, A HISTÓRIA OFICIAL, HOMEM MIRANDO AL SUDESTE, O FILHO DA NOIVA, CONTOS SELVAGENS, DARSE CUENTA, UN INFIERNO TAN TEMIDO), volta e meia a gente se depara com um filme argentino de que nunca ouvimos falar e, quando o assistimos, o encantamento é forte e imediato.

O STAR+ tem o filme argentino EL ESPEJO DE LOS OUTROS, do roteirista e diretor Marcos Carnevale (ELSA E FRED). A trama conta a história de um restaurante top, localizado nas ruínas de um bairro de Buenos Aires, que somente atende uma reserva por noite. O CENÁCULO é um restaurante muito especial. Os donos são dois irmãos: Benito Guerrico (José Cibrian Jr.) é quem recebe aos clientes com uma fidalguia invulgar e conduz a pequena equipe do restaurante com um rigor absoluto. Iris Guerrico (Graciela Borges) quase nunca sai de casa e todas as noites observa a mesa única do CENÁCULO.

O chef de cozinha é seu filho Juan (Javier de Nevares), um artista da gastronomia que prepara o menu degustação daquela noite, previamente acertado com os afortunados clientes. A cada noite, uma pequena banda com uma cantora ou uma pianista apresenta músicas especialmente escolhidas, argentinas ou internacionais.

O resultado é um ambiente absolutamente original, lúdico, luxuoso, onde as pessoas ficam à vontade para revelar seus desejos, segredos e fraquezas ocultos.

O filme mostra 4 jantares. Cada um tem sua própria história.

Tudo é fascinante no filme de Carnevale. Do elenco soberbo (que ainda tem Oscar Martinez, Norma Aleandro, Maria Socas, Julieta Diaz, Ana Maria Picchio, Luis Machin, Alfredo Casero) às histórias de cada jantar, o espectador é convidado a jantar no CENÁCULO, no papel de voyeur, como a proprietária Iris.

As quatro histórias são muito ricas. Amor, ciúmes, egoísmo, ambição, poder, corrupção, preconceito, todas as fraquezas humanas ocultas sob um verniz de comensais abastados. Tudo visto com um ácido senso de humor, típico das grandes comédias dramáticas.

EL ESPEJO DE LOS OUTROS é mais um excelente filme argentino.

Argentine cinema often surprises me. Despite the countless wonderful cinematographic works from the neighboring country (THE SECRET OF HER EYES, THE OFFICIAL STORY, HOMBRE MIRANDO AL SUDESTE, THE SON OF THE BRIDE, WILD TALES, DARSE CUENTA, UN INFIERNO TAN TEMIDO), every now and then we come across with an Argentine film that we have never heard of and, when we watch it, the enchantment is strong and immediate.

STAR+ has the Argentine film EL ESPEJO DE LOS OUTROS, by writer and director Marcos Carnevale (ELSA AND FRED). The plot tells the story of a top restaurant, located in the ruins of a neighborhood in Buenos Aires, which only takes one reservation per night. CENÁCULO is a very special restaurant. The owners are two brothers: Benito Guerrico (José Cibrian Jr.) is the one who welcomes customers with unusual nobility and leads the restaurant’s small team with absolute rigor. Iris Guerrico (Graciela Borges) almost never leaves the house and every night she watches the CENTACLE’s unique table.

The chef is her son Juan (Javier de Nevares), a gastronomy artist who prepares the tasting menu for that night, previously agreed with the lucky customers. Each night, a small band with a singer or a pianist presents specially chosen Argentine or international music.

The result is an absolutely original, playful, luxurious environment where people feel free to reveal their hidden desires, secrets and weaknesses.

The film shows 4 dinners. Each has its own story.

Everything is fascinating in Carnevale’s film. From the superb cast (which also includes Oscar Martinez, Norma Aleandro, Maria Socas, Julieta Diaz, Ana Maria Picchio, Luis Machin, Alfredo Casero) to the stories of each dinner, the spectator is invited to dine at CENÁCULO, in the role of a voyeur, as the owner Iris.

The four stories are very rich. Love, jealousy, selfishness, ambition, power, corruption, prejudice, all human weaknesses hidden under a veneer of wealthy diners. With a sense of humour typical of the great dramatic comedies. 

EL ESPEJO DE LOS OUTROS is another excellent Argentine film.

3 Replies to “O ESPELHO DOS OUTROS: Cinema Argentino Não Pára de Nos Dar Pequenas Jóias”

      1. Muito obrigado dr. Marco. O senhor sabe que sou fã do cinema argentino, mas esse filme eu não conhecia. Vou assistir o mais rápido possível. Abraços

        Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s