THE CAPTURE 2: DCI Rachel Carey Tenta Desmascarar Outro Complô Digital

Meses atrás eu comentei com entusiasmo a série inglesa THE CAPTURE, um thriller em capítulos mostrando a personagem da DCI Rachel Carey às voltas com um crime que aparece de um jeito nas imagens de CCTV e outro na vida real. Ali Carey ficou sabendo do Departamento “Correction”, um órgão secreto do governo inglês que manipula imagens para forjar provas contra inimigos do estado.

A primeira temporada terminou com Carey indo trabalhar no “Correction”, visando denunciar o trabalho sujo feito no departamento.

Estreou agora no BBC IPlayer a segunda temporada de THE CAPTURE, com uma trama ainda mais instigante.

O Primeiro Ministro Isaac Turner (o ótimo ator londrino Paapa Essiedu, de GANGS OF LONDON e PRESS) se encontra em meio a uma polêmica política: autorizar ou não a entrada de uma mega empresa chinesa para fornecer todo o sistema de vídeo do Governo. No momento decisivo, o PM é colocado em lockdown por medida de segurança e vai ao ar na TV uma entrevista remota dele feita no deep fake em que ele autoriza a empresa chinesa.

Enquanto isso, vários assassinatos ocorrem em Londres, com as câmeras deixando de mostrar os envolvidos.

Como a DCI Carey vai agir? Em quem confiar? Como manter a confiança de sues antigos subordinados não podendo dizer a eles o que está acontecendo? De que forma acessar o misterioso sétimo andar do Correction?

Holliday Grainger, ascendente atriz inglesa (STRIKE) volta ao ótimo papel da DCI Carey. Indira Varma, Ron Perlman, Charlie Murphy, Lia Williams, Cavan Clerkin, Ben Miles e Ginny Holder fazem um ótimo elenco.

THE CAPTURE segue a linha investigativa repleta de paranóia de filmes clássicos como A TRAMA, de Alan J. Pakula. Não confie em ninguém. O governo é recheado de complôs e conspiradores com agendas próprias.

Magnificamente bem feito, escrito e dirigido, THE CAPTURE vai se firmando com uma das melhores séries inglesas da atualidade.

Months ago I enthusiastically commented on the English series THE CAPTURE, a chapter-based thriller showing the DCI character Rachel Carey dealing with a crime that appears in one way in CCTV footage and another in real life. Carey learned about the “Correction” Department, a secret agency of the British government that manipulates images to forge evidence against enemies of the state.

The first season ended with Carey going to work on “Correction”, aiming to denounce the dirty work done in the department.

The second season of THE CAPTURE has now premiered on BBC IPlayer, with an even more exciting plot.

Prime Minister Isaac Turner (the great London actor Paapa Essiedu, from GANGS OF LONDON and PRESS) finds himself in the midst of a political controversy: whether or not to authorize the entry of a Chinese mega company to provide the entire government video system. At the decisive moment, the PM is placed in lockdown as a security measure and a remote interview of him made on the deep fake in which he authorizes the Chinese company is aired on TV.

Meanwhile, several murders take place in London, with cameras failing to show those involved.

How will DCI Carey act? Who to trust? How can you maintain the trust of your former subordinates by not being able to tell them what is happening? How to access the mysterious seventh floor of Correction?

Holliday Grainger, rising English actress (STRIKE) returns to the great role of DCI Carey. Indira Varma, Ron Perlman, Charlie Murphy, Lia Williams, Cavan Clerkin, Ben Miles and Ginny Holder make a great cast.

THE CAPTURE follows the paranoia-filled investigative line of classic films like Alan J. Pakula‘s THE PARALLAX VIEW. Trust no one. The government is full of plots and conspirators with agendas of their own.

Magnificently well done, written and directed, THE CAPTURE is establishing itself as one of the best English series today.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.