TREM BALA: Brad Pitt se Diverte em Pastiche dos Filmes de Tarantino

Vi TREM BALA, comédia de ação que o ex-dublê e cineasta David Leitch dirigiu para a Sony Pictures, um verdadeiro pastiche dos filmes de Quentin Tarantino.

Um matador profissional recebe a missão de sua chefe de entrar em um Trem Bala japonês para roubar uma maleta (onde está o milionário resgate do filho de um gângster).

O que ele não sabia era quem o trem estava cheio de outros matadores profissionais, os tipos mais malucos que já apareceram nos filmes do gênero.

Brad Pitt vive o matador Ladybug (Joaninha), um tipo traumatizado que passa o tempo todo falando da terapia que está fazendo para atenuar sua tendência à violência.

Há boas piadas e situações engraçadas no filme, mas a falta de uma trama mais elaborado faz o espectador cair em tédio muito cedo no filme.

Sandra Bullock (cameo), Mais Oka (um divertido papel de fiscal do trem) e Michael Shannon estão no elenco.

Na minha opinião, a arte de Quentin’s Tarantino é dar grandiosidade aos enredos malucos de seus filmes. Leitch e sua turma passaram longe disso.

O filme é irregular e não se sustenta nas suas poucas piadas boas.

I saw BULLET TRAIN, an action comedy that former stuntman and filmmaker David Leitch directed for Sony Pictures, a true pastiche of Quentin Tarantino‘s films.

A professional hit man is tasked by his boss to get on a Japanese Bullet Train to steal a briefcase (which contains the millionaire ransom for a gangster’s son).

What he didn’t know was who the train was full of other professional killers, the craziest types to ever appear in movies of the genre.

Brad Pitt plays the killer Ladybug (Ladybug), a traumatized guy who spends all his time talking about the therapy he’s doing to ease his tendency to violence.

There are good jokes and funny situations in the film, but the lack of a more elaborate plot causes the viewer to fall into boredom very early on in the film.

Sandra Bullock (cameo), Masi Oka (a fun role of train inspector) and Michael Shannon are in the cast.

In my opinion, the art of Quentin’s Tarantino is to give grandiosity to the crazy plots of his films. Leitch and his team went far from that.

The film is spotty and doesn’t stand up to its few good jokes.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.