SLOW HORSES: Segunda Temporada Inicia Ainda Melhor que a Primeira

Se dúvida havia, terminou prontamente: SLOW HORSES, série inglesa da Apple TV+, a partir dos livros do escritor Mick Herron é uma das melhores séries a iluminar nossas telinhas nestes últimos anos.

Um fantástico Gary Oldman vive Jackson Lamb, importante agente do MI6 que é colocado para terminar sua carreira em um setor para onde vão os fracassados, os desgraçados e os frustrados do serviço de espionagem britânico, curiosamente denominado de Slough House (algo como Casa de Lama).

Sua nêmesis é a chefa Diana Taverner (Dame Kristin Scott Thomas como sempre maravilhosa e talhamentos demais), que não lhe perdoa o atraso de qualquer relatório sem importância.

Lamb já foi uma estrela da companhia. Por isso, o sentimento de todos em relação a ele é muito ambíguo: tem admiração (pelo passado) mesclado com desprezo (pelo desleixo atual). Mas volta e meia, ela dá uma tirada de gênio e todos se perguntam se o velho Lamb voltou.

A primeira temporada – de apresentação dos personagens – teve seu forte nos diálogos, inteligentes como poucas vezes se vê. Os duelos verbais entre Oldman e Thomas são impagáveis e já entram na galeria dos inesquecíveis.

O Opus Dois iniciou com a morte de um ex-espião, o que acende todos os alarmes de vem coisa grande por aí.

Estarão Lamb e sua turma de rejeitados à altura da tarefa de espionagem que se avizinha.

Ninguém ainda sua porque SLOW HORSES ainda tem episódios pela frente.

Mas que é um dos shows deste ano, isto já não existe dúvida.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s