PREMIER LEAGUE DO CINEMA (SPOTLIGHT – 2015, de Thomas McCarthy)

Jornalismo no cinema já rendeu filmes pra lá de especiais. Começando por um tal CIDADAO KANE, presente em dez entre dez listas de melhores de todos os tempos. Mas tem A MONTANHA DOS SETE ABUTRES, TODOS OS HOMENS DO PRESIDENTE, O INFORMANTE, BOA NOITE BOA SORTE, SOB FOGO CERRADO, A PRIMEIRA PAGINA e REDE DE INTRIGAS. Pois me arrisco a dizer que esta Premier League ganhou mais um representante: SPOTLIGHT, de Thomas McCarthy. Quando surgiu na tela o letreiro de “baseado em fatos reais”, para um filme que conta a historia do Boston Globe desmascarando o escândalo da proteção da Arquidiocese de Boston para a pedofilia de centenas de padres, já se sabia que o filme seria um soco no estômago. O elenco, cheio de ótimos atores, ajuda muito: Stanley Tucci, Marc Ruffalo, Michael Keaton, Rachel McAdams, Liev Schrieber, Brian d’Arci James e John Slaterry. O diretor McCarthy vinha do ótimo O VISITANTE, um pequeno grande filme. Aqui, ele deu um passo além. Pegou um tema espinhoso, fez uma narrativa poderosa e conseguiu fazer um filme que é, ao mesmo tempo, apavorante, emocionante, corajoso, contundente, reflexivo e empolgante. O melhor de tudo é ser um grande filme sem precisar apelar para cenas grandiosas ou de tom épico. Com justiça, SPOTLIGHT está sendo colocado na maior parte das listas de melhores do ano nos EUA. Merecidíssima indicação. Filme obrigatório para todos os jornalistas (com certeza) e para quem se interessa sobre a profissão ou sobre a liberdade de informação, SPOTLIGHT se inscreve na elite dos filmes sobre o tema. Marque este título na sua agenda e não deixe de ver.

Anúncios

2 Replies to “PREMIER LEAGUE DO CINEMA (SPOTLIGHT – 2015, de Thomas McCarthy)”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.