1999: O Ano em Que Estivemos no Oscar

Em 1998, a jornalista Fernanda Zaffari me propôs enviarmos pedidos de credencias para a Academia de Artes e Ciências de Hollywood, para irmos cobrir a Cerimonia do Oscar de 1999, pela Radio Gaúcha. Como trabalhávamos na RBS (eu no Departamento Jurídico), pedimos autorização, fizemos uma carta e enviamos. No mês de outubro de 1998, chegou uma resposta positiva da Academia, pedindo mais documentos. Estávamos em uma pré-seleção.

Iniciamos, assim, a aventura de ir ao Oscar. Tivemos sorte que, em fevereiro de 199, o filme CENTRAL DO BRASIL, de Valter Salles e a atriz Fernanda Montenegro conseguiram indicações para Melhor Filme de Língua Estrangeira e Melhor Atriz. Bingo! Saíram nossas credenciais. Está certo que eram para a área de imprensa sem acesso ao Teatro propriamente dito. Mas teríamos acesso as entrevistas durante a semana, debates e pós-show.

Montada a operação, fomos para os Estados Unidos. Os melhores momentos foram uma entrevista com a Fernanda Montenegro, assistir aos ensaios da cerimonia e um debate com os Diretores indicados para Melhor Filme Estrangeiro, onde vimos que o Roberto Begnini era mesmo insuportavelmente over. Ver Carlos Saura (indicado por Tango) valeu muito.

Apesar da nossa torcida, CENTRAL DO BRASIL perdeu para A VIDA E BELA. Lembram de Sophia Loren gritando “Roberto, Roberto” e Begnini escalando as cadeiras do teatro?

Foi uma experiência e tanto.

In 1998, journalist Fernanda Zaffari proposed that we send credential applications to the Hollywood Academy of Arts and Sciences to cover the 1999 Oscar Ceremony for Radio Gaucha. Since we worked for RBS (I in the Legal Department), we asked for authorization, we made a letter and we sent it.

In October 1998, a positive response from the Academy arrived, asking for more documents. We were in a pre-selection.

We started the adventure of going to the Oscars. We were lucky that in February of 199, the film CENTRAL DO BRASIL, by Valter Salles and the actress Fernanda Montenegro got nominations for Best Foreign Language Film and Best Actress. Bingo! Our credentials went out.

It is certain that they were to the press area without access to the Theater itself. But we would have access to the interviews during the week, debates and post-show.

Mounted the operation, we went to the United States. The best moments were an interview with Fernanda Montenegro, attending the rehearsals of the ceremony and a debate with the nominated Directors for Best Foreign Film, where we saw that Roberto Begnini was even unbearably over. Seeing Carlos Saura (indicated by Tango) was worth a lot.

Despite our desires, CENTRAL DO BRASIL lost to A BEAUTIFUL LIFE. Do you remember Sophia Loren shouting “Roberto, Roberto” and Begnini climbing the theater chairs?

It was quite an experience.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s