Dias atrás, quando recomendei o filme UN CONTRATIEMPO, do cineasta Oriol Paulo, meu amigo Felippe Gomes me indicou EL CUERPO, do mesmo diretor. Fui atrás do filme. Já tinha saído do NETFLIX e foi difícil de encontrar nos demais serviços de streaming. Terminei achando no YOUTUBE.

EM CUERPO segue a mesma dinâmica de UN CONTRATIEMPO. Excelente roteiro, ótimos atores(José Coronado, Hugo Silva, Belén Rueda e Aura Garrido), montagem nervosa e um permanente jogo em que nada é o que parece.

No caso de EL CUERPO, uma mulher em que existe a dúvida se foi assassinada ou morreu de um ataque cardíaco, tem seu corpo desaparecido do necrotério antes da autópsia, levantando suspeitas sobre o marido.

Evidentemente, uma noite de temporal, muitas quedas de luz e um enredo para lá de complexo, mantém o espectador na beira da poltrona.

Já dá para dizer, depois de dois filmes ótimos, que Oriol Paulo é mais um talento que a cidade de Barcelona dá para o mundo.

 

Some days ago, when I recommended the film UN CONTRATIEMPO, by Oriol Paulo, my friend Felippe Gomes indicated me THE BODY, from the same director. I went after the movie. It was already out of NETFLIX and was difficult to find in other streaming services. I ended up finding it on YOUTUBE.

THE BODY follows the same dynamic of UN CONTRATIEMPO. Excellent script, great actors (José Coronado, Hugo Silva, Belén Rueda and Aura Garrido), nervous setup and a permanent game in which nothing is what it seems.

In the case of EL CUERPO, a woman in whom there is doubt whether she was murdered or died of a heart attack, has her body disappeared from the morgue before the autopsy, raising suspicions about her husband.

Of course, a night of thunderstorm, many falls of light and a plot beyond complex, keeps the viewer on the edge of the chair.

Already to say, after two great films, that Oriol Paulo is another talent that the city of Barcelona gives to the world.