A NOITE DO JOGO (2018), da dupla de jovens diretores John Francis Daley e Jonathan Goldstein (dois dos responsáveis pelo renovado e renovador HOMEM ARANHA: DE VOLTA AO LAR) é uma divertida comédia sobre o hábito americano de casais de amigos se reunirem em casa para passaram a noite jogando os tradicionais Monopoly, WAR, Mimica, Advinhe o Nome do Filme e outros games similares.

Em um período em que a comédia americana atravessa uma certa entressafra, A NOITE DO JOGO tem várias qualidades inegáveis, muitas das quais inspiradas em filmes clássicos do gênero, o que muito longe de ser um demérito, é uma grande scaada de seus autores: é um filme curto (100 minutos); suas piadas e cenas são curtas, passando rapidamente à cena seguinte, traz várias citações de filmes, séries e pessoas famosas, facilitando a identificação do espectador com as piadas.

E tem um elenco que reúne talentos aptos à comédia, como Jason Bateman (OZARK, QUERO MATAR MEU CHEFE e ZOOTOPIA) e Rachel McAdams (que tem facilidade e capacidade para ir do cômico ao dramático, ótima atriz que é), junto com um grupo de tipos ótimos que se adequa perfeitamente aos papéis próprios dos personagens essenciais à narrativa, desde o vizinho policial paranóico (Billy Magnussen, excelente), o irmão estelionatário (Kyle Chandler) e os amigos maluquetes (Sharon Horgan, Lamorne Morris, Jesse Plemons e Chelsea Peretti).

O roteiro propicia várias cenas muito engraçadas como a do roubo do Ovo Fabergé ou a do cachorro ensanguentado, repletas de gags visuais impagáveis.

Certamente A NOITE DO JOGO não vai ser o filme favorito de qualquer pessoa em alguns anos, mas quem for ver o filme como mero entretenimento, com certeza vai encontrar diversão de qualidade e inteligência.

 

GAME NIGHT (2018), by young directors John Francis Daley and Jonathan Goldstein (two of the responsible for the revamped and refreshing SPIDERMAN: HOMECOMING) is a fun ny comedy about the American habit of friends meeting at home to spend the night playing the traditional Monopoly, WAR, Mimic, Guess the Movie and other similar games.

In a period that American comedy is in the midst of an off-season, GAME NIGHT has a number of undeniable qualities, many of which are inspired by classic films of the genre, which is far from being a demerit: it is a short film (100 minutes); its jokes and scenes are short, passing quickly to the next scene; it brings several quotes from famous movies, series and VIP people, making it easy to identify the viewer with the jokes.

And there’s a cast that brings together comedy talents such as Jason Bateman (OZARK, HORRIBLE BOSSES, JUNO and ZOOTOPIA) and Rachel McAdams (who has the ease and ability to go from the comic to the dramatic, great actress that she is) along with a group of very well chosen actors (Sharon Horgan, Lamorne Morris, Jesse Plemons, and Chelsea Peretti).

The script provides several very funny scenes such as the theft of the Egg Fabergé or the bloody dog, full of priceless visual gags.

Certainly THE NIGHT OF THE GAME will not be anyone’s favorite movie in a few years, but whoever sees the movie as mere entertainment will surely find fun of quality and intelligence.