O MAU EXEMPLO DE CAMERON POST: Drama Sobre Diversidade Merece Prêmios em Festivais Internacionais

O MAU EXEMPLO DE CAMERON POST(2018), de Desire Akhavan tem uma impressionante lista de prêmios que recebeu em festivais internacionais, inclusive um Prêmio de melhor Filme Dramático no Sundance e uma indicação ao Prêmio de Melhor Filme na Mostra de São Paulo. Está disponível na Amazon Prime e no Itunes.

Chloë Grace Moretz, jovem atriz de A INVENÇÃO DE HUGO CABRET, de Martin Scorsese e DEIXE-ME ENTRAR, de Matt Reeves vive a menina adolescente órfã, em fase de descobertas sexuais que, flagrada com uma amiga em um baile, é enviada pelos seus tutores para uma escola de Conversão de Gays no interior.

De forte inspiração religiosa, a escola faz um “tratamento” para terminar a “doença” por eles chamada de SSA ou “Same Sex Attraction”, vista como um pexado inaceitável.

Meninos e meninas vivem uma lavagem cerebral feita pelos responsáveis pelo Centro, gerando situações conflituosas graves muito bem desenvolvidas e enfocadas pelo filme.

Chloë mais uma vez se sai muito bem, trazendo uma interpretação cheia de nuances, hesitações, melancolia e rebeldia, misturas emoções típicas de alguma adolescente na situação imposta a ela na escola.

Verdadeiro libelo a favor da diversidade e da liberdade de escolha, O MAU EXEMPLO DE CAMERON POST tem todas as qualidades que se espera de um filme independente: é bem feito e atrai uma atenç˜ao permanente do espectador, mas sua maior força vem das ideias e valores que expõe com grande aptidão.

THE MISEDUCATION OF CAMERON POST (2018), by Desiree Akhavan has an impressive list of awards it has received at international festivals, including an Award for Best Dramatic Film at Sundance and an Award nomination for Best Picture at the Mostra de São Paulo .

Chloë Grace Moretz, young actress of Martin Scorsese‘s HUGO and LET ME IN, by Matt Reeves lives the orphaned adolescent girl who is discovered in a sex act with a girlfriend at a prom sent by her tutors to a gay Conversion school in the contryside.

Guided by strong religious inspiration, the school makes a “treatment” to end the “disease” they call SSA or “Same Sex Attraction”, seen as an unacceptable sin.

Boys and girls are brainwashed by those responsible for the Center, resulting in serious, well-developed and film-focused conflict situations.

Chloë once again does very well, bringing an interpretation full of nuances, hesitations, melancholy and rebelliousness, mixed emotions typical of some adolescent in the situation imposed on her in school.

True libel in favor of diversity and freedom of choice, THE MISEDUCATION OF CAMERON POST has all the qualities expected of an independent film: it is well done and attracts a permanent attention from the viewer, but its greater strength comes from the ideas and values ​​that it exposes with great aptitude.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s