DOMINO: A Volta de Brian de Palma em um Filme Muito Abaixo de seu Talento

DOMINO é um filme europeu (a ficha técnica indica uma co-produção francesa, dinamarquesa, italiana, belga e holandesa) que narra a história de um policial perseguindo um terrorista muçulmano que matou seu parceiro. A história fica mais complesa por diversos fatores: o terrorista assassino é hoje um informante da CIA caçando outro terrorista responsável por sangrentos atentados. O policial morto era amante da parceira do protagonista. E, para complicar mais o cenário, o personagem principal carrega um forte culpa por sua falha na morte do parceiro.

Está pronto o quadro para um filme complicado, com idas e vindas, muitos personagens, locações em cada um dos países envolvidos na co-produção, um enredo confuso e mal finalizado e algumas cenas realmente tangenciando o amadorismo.

O surpreendente é que o diretor do filme é o excepcional cineasta americano Brian de Palma, responsável por filmes icônicos dos anos oitenta e noventa, como TRÁGICA OBSSESSÃO, CARRIE A ESTRANHA, VESTIDA PARA MATAR, DUBLÊ DE CORPO e OS INTOCÁVEIS.

Hoje com 79 anos, De Palma ficou sete anos sem filmar, desde o irregular mas interessante PASSION. Volta com este DOMINO, onde mostra resquícios (ou lembranças) de seus principais filmes, como a tela dividida, cenas de suspense paralelas que se misturam gerando alto suspense e uma capacidade de exibir sexo e violência sem pudores.

Ao lado dele, um antigo colaborador, mais uma vez demonstra seu talento. A trilha sonora incidental de Pino Donaggio, o excepcional compositor italiano que trabalho com Brain de Palma em VESTIDA PARA MATAR(trilha inesquecível) e DUBLÊ DE CORPO, entre muitos outros. Donaggio tem em seu currículo 210 trabalhos em trilhas sonoras de filmes.

O elenco traz o jovem ascendente dinamarquês Nicolaj Coster-Waldau (GAME OF THRONES), a holandesa Carice van Houten (BLACK BOOK, de Paul Verhoeven), o veterano ator dinamarquês Soren Malling e o ótimo Eriq Ebouaney (que já teve um papel de destaque em um filme de Brian de Palma, FEMME FATALE).

DOMINO, que está disponível no ITunes, vale ser visto pela dupla De Palma-Donaggio. Fora os talentos destes dois, é um filme bem comum. Deixa saudades das obras primas do mestre De Palma.

DOMINO is an European film (the databank indicates a French, Danish, Italian, Belgian and Dutch co-production) that tells the story of a police officer chasing a Muslim terrorist who killed his partner. The story is further complicated by several factors: the murderer terrorist is today a CIA informant hunting another terrorist responsible for bloody attacks. The dead policeman was the protagonist’s partner’s lover. And, to complicate matters further, the main character bears a heavy blame for his failure to protect his partner.

The movie is ready for being a complicated one, with comings and goings, lots of characters, locations in each of the countries involved in the co-production, a confusing and poorly finalized plot and some scenes really tanging amateurism.

The surprising thing is that the director of the film is the outstanding American filmmaker Brian de Palma, responsible for iconic films of the eighties and nineties, such as OBSESSION, CARRIE, DRESSED TO KILL, BODY DOUBLE and THE UNTOUCHABLES.

Now 79, De Palma has been without a film for seven years since the irregular but interesting PASSION. He returns with this DOMINO, where he shows remnants (or memories) of his major films, such as the split screen, parallel thriller scenes that blend into high suspense and an ability to display sex and violence without shame.

Beside him, a former collaborator once again demonstrates his talent. The incidental soundtrack by Pino Donaggio, the outstanding Italian composer who works with Brain de Palma on DRESS TO KILL (unforgettable score) and BODY DOUBLE, among many others. Donaggio has 210 works on film soundtracks on his resume.

The cast features young Danish ascendant Nicolaj Coster-Waldau (GAME OF THRONES), Dutch Carice van Houten (Paul Verhoeven‘s BLACK BOOK), veteran Danish actor Soren Malling and great Eriq Ebouaney (who once had a starring role in a Brian de Palma movie, FEMME FATALE).

DOMINO, which is available on iTunes, is worth seeing by the duo De Palma-Donaggio. Apart from the talents of these two, it is a very common movie. We miss a lot De Palma’s masterpieces.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s