OS ELEITOS: Phillip Kaufman Levou às Telas Livro de Tom Wolfe Sobre a Corrida Espacial. Filmaço Nota Dez

Vendo os primeiros capítulos de FOR ALL MANKIND, nova série da Apple TV+, me lembrei de OS ELEITOS: ONDE O FUTURO COMEÇA, de Phillip Kaufman, baseado no livro de Tom Wolfe, na minha opinião o melhor filme já feito sobre a corrida espacial. Phillip Kaufman fez apenas 13 filmes como diretor, mas deixou sua marca: A GANG DA PESADA, A INSUSTENTÁVEL LEVEZA DO SER e HENRY & JUNE.

O Projeto Mercury (antecedeu ao Projeto Apollo) e seus setes astronautas analisados um a um em sua dimensão humana, pessoal e familiar, os sonhos, ambições e frustrações daqueles escolhidos para serem os super-homens da NASA que iriam à lua.

Paralelamente é trazida a história real do Piloto Chuck Yeager, um excepcional piloto da Marinha americana que jamais foi admitido pela NASA, independentemente de suas conquistas incríveis a bordo de um jato.

O elenco de THE RIGTH STUFF (algo como A COISA CERTA, título muito melhor que o nacional) tem um grupo extraordinário de atores e atrizes: Sam Shepard (perfeito como Yeager), Ed Harris o lendário John Glenn), Scott Glenn (Alan Shepard), Dennis Quaid (Gordon Cooper), Fred Ward (Gus Grissom), Barbara Hershey (Glennis Yeager), Verônica Catwright (betty Grissom), Pamela Reed (Trudy Cooper), Lance Henricksen(Walter Scirra), Kathy Baker (Louise Shepard), Jeff Goldblum e Kim Stanley.

O filme ainda tem uma parte formal impecável: a trilha sonora de Bill Conti Não somente se tornou um clássico, como é um dos melhores cores já feitos no cinema: lindo, empolgante, nostálgico e evocativo. Obra prima. A fotografia de Caleb Deschanel é simplesmente primorosa.

OS ELEITOS foi indicado a oito Oscars, ganhando quatro (Som, Edição de Som, Trilha Sonora e Montagem). Devido as suas três horas de duração (sem jamais cair na monotonia), OS ELEITOS não é um filme fácil de se ver. Mas tem momentos absolutamente memoráveis e eternos.

A narrativa em off no final do filme, ao som da música de Bill Conti é de fazer qualquer espectador levantar da cadeira aplaudindo vivamente este filmaço: “O programa Mercury terminou. Quatro anos depois, o astronauta Gus Grissom foi morto, juntamente com os astronautas White e Chaffee, quando o fogo varreu sua cápsula Apollo. Mas naquele dia glorioso de maio de 1963, Gordo Cooper foi mais alto, mais longe e mais rápido do que qualquer outro americano – 22 órbitas completas ao redor do mundo; ele foi o último americano a ir para o espaço sozinho. E por um breve momento, Gordo Cooper se tornou o maior piloto que alguém já viu.”

Seeing the first few chapters of FOR ALL MANKIND, the new Apple TV + series, I remembered THE RIGTH STUFF, by Phillip Kaufman, based on Tom Wolfe’s book, in my opinion the best movie ever made about space race. Phillip Kaufman is a moviemakker that made only 13 pictures, but left his unforgettabele talent on screen in pictures like THE WANDERERS, THE UNBEARABLE LIGHTNESS OF BEING and HENRY & JUNE.

The Mercury Project (prior to the Apollo Project) and its seven astronauts analyzed one by one in their human, personal and family dimensions, the dreams, ambitions and frustrations of those chosen to be NASA’s supermen who would go to the moon.

Parallel to this is the true story of Pilot Chuck Yeager, an exceptional US Navy pilot who has never been admitted by NASA, regardless of his incredible achievements aboard a jet.

The cast of THE RIGTH STUFF has an extraordinary group of actors and actresses: Sam Shepard (perfect as Yeager), Ed Harris (the legendary John Glenn), Scott Glenn (Alan Shepard), Dennis Quaid (Gordon Cooper), Fred Ward (Gus Grissom), Barbara Hershey (Glennis Yeager), Veronica Catwright (Betty Grissom), Pamela Reed (Trudy Cooper), Lance Henricksen (Walter Scirra), Kathy Baker ( Louise Shepard), Jeff Goldblum and Kim Stanley.

The film still has an impeccable formal part: Bill Conti‘s soundtrack not only has become a classic, it is one of the best soundtrack ever made in cinema: beautiful, exciting, nostalgic and evocative. A true masterpiece. Caleb Deschanel‘s photography is simply exquisite.

THE RIGTH STUFF was nominated for eight Oscars, winning four (Sound, Sound Editing, Soundtrack and Editing). Due to its three hours of duration (without ever falling into monotony), it is not an easy movie to watch. But it has absolutely memorable and eternal moments.

The narrative in off at the end of the movie, underlined by the sound of Bill Conti’s soundtrack is to make any viewer get up from his chair cheering this outstanding filming: “The Mercury program was over. Four years later, astronaut Gus Grissom was killed, along with astronauts White and Chaffee, when fire swept through their Apollo capsule. But on that glorious day in May 1963, Gordo Cooper went higher, farther, and faster than any other American – 22 complete orbits around the world; he was the last American ever to go into space alone. And for a brief moment, Gordo Cooper became the greatest pilot anyone had ever seen.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s