O ROUBO DO SÉCULO: Thriller Cômico Argentino Conta a História Real do Assalto a Banco Inacreditável

O Cinema Argentino segue dando show em contar histórias do cotidiano com talento, graça e inteligência, através de roteiros muito bem escritos que sabem prender o interesse do espectador. O ROUBO DO SÉCULO, de Ariel Winograd (um jovem roteirista e cineasta de Buenos Aires que participou da equipe de THE INSIDE MAN, de Spike Lee) conta a incrível história real do assalto que cinco homens fizeram ao BAnco Rio, em Acasuso no dia 13 de janeiro de 2006 e que mobilizou mais de 300 policiais argentinos.

O tom escolhido para este thriller portenho foi quase de comédia, tantas são as situações incríveis que antecedem o assalto. Um professor de caratê e engenheiro eletrônico que somente consegue se equilibrar fumando marijuana tem a ideia de um assalto a uma agência bancária e procura um veterano ladrão recém saído da prisão para dar curso ao plano.

São cinco homens unidos pelo sonho de fazer um assalto histórico. O filme faz a crônica do plano e do ocorrido em paralelo, muito ao estilo CASA DE PAPEL. À medida em que as coisas vão ocorrendo no assalto propriamente dito, vai se vendo o andar do planejamento passo a passo.

O elenco é liderado pelo excelente ator argentino Guillermo Francella (o excepcional Sandoval de O SEGREDO DOS SEUS OLHOS, também visto em O CLÃ e MI OBRA MAESTRA). Aqui ele mostra mais uma vez que muito da força do cinema platense está na excelência de seus atores. Ao lado dele, Diego Peretti (da versão argentina da série da HBO EN TERAPIA), a belíssima Johanna Francella e Pablo Rago.

O tom cômico do filme em nada diminui o crescente interesse do espectador – provocado pelo letreiro inicial de que o filme se baseia em um fato real – de ver como a história termina. Antes dos créditos finais, o diretor proporciona a exibição de noticiários reais das TVs argentinas sobre o assalto e mostra os personagens reais enfocados no filme.

O gênero do filme de assalto (heist) já gerou títulos ilustres, como THE THOMÁS CROWN AFFAIR, TOPKAPI, COMO ROUBAR UM MILHÃO DE DÓLARES, THE ITALIAN JOB e HEAT. Certamente, O ROUBO DO SÉCULO não se inscreve entre eles e nem teve jamais esta pretensão.

Mas é mais um título do cinema argentino inteligente, bem feito e que se assiste com muito prazer.

Argentine Cinema continues to show its talent in telling everyday stories with talent, grace and intelligence, through very well written scripts that know how to capture the viewer’s interest. THE ROB OF THE CENTURY, by Ariel Winograd (a young screenwriter and filmmaker from Buenos Aires who participated in the team of THE INSIDE MAN, by Spike Lee) tells the incredible real story of the assault that five men did on Banco Rio, in Acasuso on January, 13th, 2006 and mobilized more than 300 Argentine police officers.

The tone chosen for this Buenos Aires thriller was almost comedy, so many are the incredible situations that precede the assault. A karate teacher and electronic engineer who can only balance himself by smoking marijuana comes up with the idea of ​​a bank robbery and seeks out a veteran thief just out of prison to run the plan.

There are five men united by the dream of making a historic assault. The film chronicles the plan and what happened in parallel, very much in the LA CASA DE PAPEL style. As things go on in the assault itself, you can see the planning step by step.

The cast is led by the excellent Argentine actor Guillermo Francella (the exceptional Sandoval from THE SECRET OF HER EYES, also seen in THE CLAN and MI OBRA MAESTRA). Here he shows once again that much of the strength of Platense cinema lies in the excellence of its actors. Beside him, Diego Peretti (from the Argentine version of the HBO, EN TERAPIA series), the beautiful Johanna Francella and Pablo Rago.

The film’s comic tone in no way diminishes the viewer’s growing interest – provoked by the initial sign that the film is based on a real fact – to see how the story ends. Before the final credits, the director provides the display of real news from Argentine TVs about the assault and shows the real characters focused on the film.

The heist genre has already generated illustrious titles, such as THE THOMAS CROWN AFFAIR, TOPKAPI, HOW TO STEAL ONE MILLION DOLLARS, THE ITALIAN JOB and HEAT. Certainly, THE ROB OF THE CENTURY is not inscribed among them and never had this claim.

But it is another title of intelligent Argentine cinema, well done and that is watched with great pleasure.

Anúncios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.