DERSU UZALA: Outra Obra Prima do Mestre Kurosawa

Um dos maiores cineastas da história do cinema foi o mestre Japonês Akira Kurosawa, um pintor, roteirista e diretor que ganhou Oscar, BAFTA, Palma de Ouro em Cannes, Urso de Ouro em Berlim, César e David di Donatello com seus filmes maravilhosos.

Ele conta em seu currículo com títulos inesquecíveis como OS SETE SAMURAIS, RASHOMON, TRONO MANCHADO DE SANGUE, RAN e KAGEMUSHA.

Entre os filmes de Kurosawa, um dos meus preferidos é DERSU UZALA, um obra prima feita em 1975, ganhador do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. O filme narra a história de um militar Russo que vai ao ponto mais remoto da Sibéria encontrar um explorador local, cuja filosofia de vida e relação com a natureza fascina e apaixona.

Yuriy Salomin vive o militar russo Arsenev. Dersu Uzala é o ator russo (de feições orientais) Maksin Munzuk. O relacionamento entre os dois personagens proporciona cenas e diálogos que entraram para a antologia do cinema.

O mestre Kurosawa falecido aos 89 anos em 1999 marcou seu nome no cinema por filmes visualmente arrebatadores (RAN é o filme visulamente mais lindo da história do cinema), tematicamente profundos (há muitas referência a Shakespeare) e com cenas, personagens e diálogos inesquecíveis. Sem dúvida se trata de um cineasta que influenciou o cinema de dezenas de diretores através das obras que dirigiu em 50 anos de carreira.

“Neste mundo louco, somente os loucos são sãos.” É penas uma das frases geniais (e visionária) deste cineasta único e singular pelo brilhantismo de seus filmes.

One of the greatest filmmakers in the history of cinema was the Japanese master Akira Kurosawa, a painter, screenwriter and director who won Oscar, BAFTA, Palme d’Or in Cannes, Golden Bear in Berlin, César and David di Donatello with his films wonderful.

He has in his resume unforgettable titles such as THE SEVEN SAMURALS, RASHOMON, THRONE OF BLOOD, RAN and KAGEMUSHA.

Among Kurosawa’s films, one of my favorites is DERSU UZALA, a masterpiece made in 1975, winner of the Oscar for Best Foreign Film. The film tells the story of a Russian military man who goes to the most remote point of Siberia to find a local explorer, whose philosophy of life and relationship with nature fascinates and falls in love.

Yuriy Salomin lives the Russian military Arsenev. Dersu Uzala is the Russian actor (oriental features) Maksin Munzuk. The relationship between the two characters provides scenes and dialogues that entered the cinema anthology.

Master Kurosawa, who died at the age of 89 in 1999, made his name in the cinema for visually stunning films (RAN is the most visually beautiful film in the history of cinema), thematically profound (there are many references to Shakespeare) and with scenes, characters and unforgettable dialogues. Undoubtedly, he is a filmmaker who influenced the cinema of dozens of directors through the works he directed in his 50-year career.

“In this crazy world, only the crazy are sane.” It is just one of the genius (and visionary) phrases of this unique and singular filmmaker for the brilliance of his films.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.