15 MINUTOS DE GUERRA: A História (Quase) Real do Sequestro de 21 Crianças Por Terroristas Somalis

O filme 15 MINUTOS DE GUERRA, do cineasta francês Fred Grivois conta a história do ato terrorista que ficou conhecido como prise d’otages de Loyada (a tomada de reféns em Loyada). Em 1976, quatro terroristas somalis sequestraram um ônibus escolar e ficaram 30 horas a cem metros da fronteira com a Somália. A unidade de elite da Polícia Francesa conhecida como GIGN(Groupe d’Intervention de la Gendarmerie Nationale) assumiu o caso, com a missão de libertar as crianças a qualquer custo.

O filme toma certas liberdades com a história, mas inegavelmente tem muitos méritos: sua narrativa é tensa e cheia de suspense, como é essencial a produções do gênero; o resgate em si é uma cena muito bem feita, em que os atiradores do GIGN se vêem cercados por dezenas de soldados somalis que apoiam os terroristas, sob o olhar omisso do comando militar francês a espera de ordens de Paris; o filme aborda questões importantes, como o terrorismo, a apatia das autoridades, o domínio da burocracia e da política sobre as decisões tecnicamente recomendáveis, a desigualdade social em vários lugares da Terra, entre outros.

A atriz ucraniana Olga Kurylenko (bonita e boa atriz) faz o papel da Professora Jane Andersen (que no episódio real foi gravemente ferida, mas sobreviveu). Alban Lenoir, ator francês visto em BUSCA IMPLACÁVEL faz o comandante do GIGN, André Gerval. O suíço Vincent Peres (CYRANO) vive o General Fravart. Um bom elenco.

O filme ainda suscita os limites da liberdade de um autor ou cineasta com episódios reais. O letreiro inicial já avisa que a história é baseada em fatos reais, enquanto que o letreiro final comunica que certas liberdades com a história foram tomadas por razões artísticas. Contudo, há no cartaz do filme, um slogan “a história real que não foi contada”, que neste contexto soa meio fake.

Lendo o material sobre o caso real, vê-se que as liberdade não forma poucas. Mesmo assim, 15 MINUTOS DE GUERRA é um filme muito bom que se assiste com atenção e que deixa uma grande satisfação ao espectador. Está disponível na Amazon Prime.

The film L’INTERVENTION (15 MINUTES OF WAR), by French filmmaker Fred Grivois tells the story of the terrorist act that became known as prize d’otages de Loyada (the taking of hostages in Loyada), when four terrorists Somalis hijacked a school bus and stayed 30 hours a hundred meters from the border with Somalia. The elite unit of the French Police known as GIGN (Groupe d’Intervention de la Gendarmerie Nationale) took over the case, with the mission of freeing children at any cost.

The film takes certain liberties with the story, but undeniably has many merits: its narrative is tense and full of suspense, as is essential to productions of the genre; the rescue itself is a very well done scene, in which the GIGN snipers find themselves surrounded by dozens of Somali soldiers who support the terrorists, under the watchful eye of the French military command awaiting orders from Paris; the film addresses important issues such as terrorism, the apathy of the authorities, the mastery of bureaucracy and politics over technically recommendable decisions, social inequality in various places on Earth, among others.

Ukrainian actress Olga Kurylenko (beautiful and good actress) plays Professor Jane Andersen (who in the real episode was seriously injured but survived). Alban Lenoir, French actor seen in TAKEN, is the commander of GIGN, André Gerval. Swiss Vincent Peres (CYRANO) plays General Fravart. A good cast.

The film still raises the limits of the freedom of an author or filmmaker with real episodes. The initial sign already warns that the story is based on real facts, while the final sign communicates that certain liberties with the story were taken for artistic reasons. However, there is a slogan on the film’s poster “the real story that hasn’t been told”, which in this context sounds kind of fake.

Reading the material about the real case, you can see that freedom does not was few. Even so, 15 MINUTES OF WAR is a very good film that is carefully watched and that leaves a great satisfaction to the viewer.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.