O LIMITE: Era Para Ser um Policial Tenso. Foi só Monótono.

Já escrevi aqui que quando o filme muda de nome, temos um grave presságio de que as coisas saíram erradas. GONE DARK ou THE LIMIT (em português O LIMITE) é um thriller canadense muito fraco que conta a história de uma policial/traficante de drogas que tenta extrair de uma idosa onde está uma soma em dinheiro ocultada por seu vizinho, também um policial infiltrado na quadrilha de traficantes.

A ideia de criar uma narrativa praticamente restrita ao apartamento da velha senhora, mais uma vez não funcionou e o filme ficou extremamente monótono. O pior é que o diretor espanhol Lewin Webb e o roteirista Matt Holland contavam com um elenco pesado: a extraordinária atriz Lauren Bacall (o filme é de 2004 e Bacall faleceu em 2014), a ótima atriz inglesa Claire Forlani, o bom Henry Czerny e o inglês Pete Postlehwaite. Vale lembrar que a mítica Lauren Bacall (ganhadora de um Oscar honorário e do globo de Ouro) é um dos ícones da época dourada do star system, trabalhando com Humphrey Bogart (À BEIRA DO ABISMO e UMA AVENTURA NA MARTINICA) em vários filmes clássicos.

GONE DARK, o segundo título escolhido para o filme, foi profético. Realmente a narrativa não atingiu o suspense pretendido, ficando no terreno de um filme policial depressivo e sem uma saída inteligente para a trama e seus personagens. Tudo é muito previsível e, portanto, aborrecido.

GONE DARK é um desperdício.

I already wrote here that when the film changes its name, we have a serious omen that things went wrong. GONE DARK or THE LIMIT is a very weak Canadian thriller that tells the story of a police officer / drug dealer who tries to extract from an elderly woman where there is a sum of money hidden by her neighbor, also an undercover police officer. gang of traffickers.

The idea of ​​creating a narrative practically restricted to the old lady’s apartment, once again did not work and the film was extremely monotonous. The worst is that Spanish director Lewin Webb and screenwriter Matt Holland had a heavy cast: the extraordinary actress Lauren Bacall (the film is from 2004 and Bacall passed away in 2014), the great Brittish actress Claire Forlani, the good Henry Czerny and Englishman Pete Postlehwaite. It is worth remembering that the mythical Lauren Bacall (winner of an honorary Oscar and the Golden Globe) is one of the icons of the golden age of the star system, working with Humphrey Bogart (THE BIG SLEEP and AN ADVENTURE IN MARTINIQUE) in several classic films.

GONE DARK, the second title chosen for the film, was prophetic. Really, the narrative did not reach the intended suspense, remaining in the field of a depressive police film and without an intelligent exit for the plot and its characters. Everything is very predictable and therefore boring.

GONE DARK is a waste of time.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.