OS BRAVOS NÃO SE RENDEM!

O CONVIDADO DE HOJE DO CINEMARCO É CLÁUDIO FERREIRA, DIRETOR COMERCIAL DO METRÔ SÃO PAULO.

Não me lembro qual foi o último filme que assisti na pré pandemia. Mas também não vou pesquisar. Não gosto de rotular filmes. Não seria justo chamar o filme de o último, injusto com o filme, com o cinema e comigo!

Frequento cinema desde os seis anos de idade. Meu pai trabalhava na Condor Filmes, família humilde, e para melhorar a renda trabalhava como fiscal de cinema a noite e nos finais de semana.

O que era um fiscal de cinema?

O velho e bom Carmelo Ferreira ficava com o contador na mão, registrando o número de pessoas que entravam na sessão. Sim, o meu pai era a catraca eletrônica da época. Como minha mãe também trabalhava muito, lá ia eu com o meu pai para os cinemas da cidade. Que momento mágico!

A censura dos filmes na época era mais rígida, quase tudo era proibido para menores de 18 anos e, pasmem, caro leitor e cara leitora, existia a figura do representante do juizado de menores que impedia os menores de idade de entrar nas sessões “proibidas“. Como com 6 anos de idade eu só podia assistir Disney, chegávamos mais cedo no cinema e eu ficava escondido do juizado na cabine de projeção.


Sim, isso mesmo, Cinema Paradiso! Choro todas a vezes que revejo!

Vocês que me leem agora, devem estar chamando o meu pai de irresponsável por me deixar assistir filmes proibidos para minha idade .Mas pensem bem, ele só fez o que a Netflix faz para os filhos e netos de vocês nos dias de hoje!

Tudo o que sei e tenho na minha vida de 62 anos devo ao cinema!

Foi através da telona que vi pela primeira vez New York, Paris, Roma, lindas paisagens e mulheres mais lindas ainda! E foi pelo cinema que conheci minha primeira paixão…. Claudia Cardinale!

Daí era só estudar e trabalhar muito para conhecer a New York de verdade, a Paris, Roma! Enfim conheci o mundo, suas pessoas e culturas , suas belezas, seus problemas e soluções…
Estudei, trabalhei e fiz tudo isso! Obrigado, amigo cinema, por ter aberto as janelas do mundo para mim.

Ah, em tempo, não consegui namorar a Claudia Cardinale, mas me casei com Claudia, mãe dos meus três filhos, Carol, Pedro e Luiza, meus companheiros de cinema e pipoca . Carol me deu o Felipe e o Pedro, o Nicolas. Meus netos e próximos companheiros de tela grande.

Mas vamos voltar ao último filme que assisti antes da pandemia.

Não houve último filme! Não haverá último filme!

O Cinema de Tela Grande não vai morrer, jamais!! Não será um vírus que vai matar o maior espetáculo da terra! O cinema já resistiu a “vírus“ mais poderosos, como a televisão, vídeo cassete, dvd’s, etc

Não será um simples vírus que vai destruir uma indústria que tem como seguranças
um macaco gigante chamado King Kong , Um poderoso chefão, um Blade Runner,
um magnata chamado Cidadão Kane e todos os Cowboys liderados por Clint Eastwood! Na defesa do cinema também tem um iluminado e estranho no ninho , um agente secreto que adora Dry Martini como eu, mas tem Licença Para Matar!

Não, Sras e Srs, o cinema não morrerá. Se os defensores acima não forem suficientes, chamaremos também o Bruce Lee, todos o Vingadores e as mulheres mais bonitas do mundo lideradas por Claudia Cardinale. Todas em defesa do cinema!!! Que venham também o Batman, O Coringa , O Exorcista , o Mad Max, O Rei Leão! Chamem o Charles Bronson ! Um reforço do Touro Indomável e do Rocky Balboa, todos brigando contra o Vírus em defesa da tela grande!

Não, o cinema não vai acabar nunca!

Não haverá último filme ! Não haverá Exterminador do Futuro, só o próprio!!!

I’ll be Back!

I don’t remember what was the last movie I watched in the pre pandemic. But I’m not going to search either. I don’t like to label movies. It would not be fair to call the film the last, unfair to the film, to the cinema and to me!

I’ve been going to the cinema since I was six years old. My father worked at Condor Filmes, a humble family, and to improve his income he worked as a film inspector at night and on weekends.

What was a film inspector?

The good old Carmelo Ferreira kept the meter in hand, recording the number of people who entered the session. Yes, my father was the electronic turnstile of the time. As my mother also worked a lot, I went with my father to the movie theatres in the city. What a magical moment!

The censorship of films at the time was stricter, almost everything was prohibited for minors under the age of 18 and, amazingly, dear reader, there was the figure of the representative of the juvenile court that prevented minors from entering the “prohibited” sessions “. As I was 6 years old, I could only watch Disney, we arrived at the cinema earlier and I was hidden from the court person in the projection booth.

Yes, that’s right, Cinema Paradiso! I cry every time I see you again!

You who read me now, must be calling my father irresponsible for letting me watch movies banned for my age. But think about it, he just did what Netflix does for your kids and grandchildren these days!

Everything I know and have in my 62 year old life I owe to the cinema!

It was through the big screen that I saw New York, Paris, Rome for the first time, beautiful landscapes and even more beautiful women! And it was through cinema that I met my first passion…. Claudia Cardinale!

Then it was just studying and working hard to really get to know New York, Paris, Rome! Finally, I got to know the world, its people and cultures, its beauty, its problems and solutions… I studied, worked and did it all! Thank you, cinema friend, for opening the windows of the world for me.

Ah, in time, I was not able to date Claudia Cardinale, but I married Claudia, the mother of my three children, Carol, Pedro and Luiza, my companions in the cinema and popcorn. Carol gave me Felipe and Pedro, Nicolas. My grandchildren and next companions on the big screen.

But let’s go back to the last movie I saw before the pandemic.

There was no last movie! There will be no last movie!

The Big Screen of Cinema will never die !! It will not be a virus that will kill the greatest show on earth! The cinema has already resisted more powerful “viruses”, such as television, video cassettes, DVDs, etc.

It will not be a simple virus that will destroy an industry that has as security a giant monkey called King Kong, a Godfather, a Blade Runner, a tycoon named Citizen Kane and all the Cowboys led by Clint Eastwood! In defense of the cinema there is also the one who flew over the cuckoo’s nest, a secret agent who loves Dry Martini like me, but has a License to Kill!

No, ladies and gentlemen, the cinema will not die. If the defenders above are not enough, we will also call Bruce Lee, all the Avengers and the most beautiful women in the world led by Claudia Cardinale. All in defense of cinema !!! Let Batman, The Joker, The Exorcist, Mad Max, The Lion King also come! Call Charles Bronson! A reinforcement of the Raging Bull and Rocky Balboa, all fighting against the Virus in defense of the big screen!

No, the cinema will never end!

There will be no last movie! There will be no Terminator, only himself !!!

I’ll be Back!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.