CHEFS: Série Francesa Sobre Alta Gastronomia Encanta Pela Criatividade (e pelos pratos mostrados)

O app MHz da Amazon Prime Video Americana colocou no ar a série de TV Francesa CHEFS que já teve duas temporadas, em 2015 e 2016. Um chef veterano (O ator francês Clovis Cornillac) proprietário do Restaurante Paris, de alta gastronomia tem o hábito de contratar ex-cons como empregados da casa. Em uma destas contratações, ele emprega o jovem Ronnie (Hugo Becker, jovem galã em ascensão), que vem a ser filho dele e de seu antigo amor, uma chef que se matou anos atrás (a atriz franco-dinamarquesa Sarah Mortensen). Para complicar mais ainda a situação, Le Chef (curiosamente o único nome apresentado para o protagonista da série) tem dívidas com agiotas violentos do submundo de Paris.

Claro que a série ainda enfoca Yann, um sub-Chef ambicioso e arrogante que não hesita em destratar seus colegas (Nicolas Gob, de L’Art du Crime), Charlène, uma Sub-Chef mãe solteira que tem de recorrer a drogas para se manter ativa, Delphine(Anne Charrier), uma gestora inflexível colocada no restaurante para modernizar sua administração pelo misterioso investidor Monsieur Edouard (Robin Renucci). Ah, ainda tem um fascinante empresário japonês, Mr. Matsumoto (Gen Shimaoka) que cultiva vegetais diferenciados que somente fornece a um restaurante por ano.

CHEFS bebe da modernidade e fascínio da alta gastronomia para encantar o espectador. Suas tramas (e são muitas) são criativamente contadas em meio a elaboração de pratos sofisticados e impressionantemente maravilhosos que os Chefs preparam, de entradas a sobremesas, de pratos principais a degustação de vinhos franceses top.

Há dois registros obrigatórios sobre CHEFS. Um é que a série se utiliza de um expediente visualmente encantador, pelo que várias vezes um personagem – ao experimentar uma comida – viaja na experiência sensorial da gastronomia como se estivesse em outro lugar. O outro é que em determinado episódio, há um duelo entre dos Chefs que não se suportam. É escolhido um árbitro para julgar os cardápios elaborados pelos dois, como se fosse mesmo um duelo no western. Maravilhosa cena.

Vi os seis episódios da primeira temporada. Fiquei com “água na boca” de ver os oito episódios da segunda e derradeira temporada, CHEFS foi uma bela série.

The American Amazon Prime Video, in the MHz app, released the French TV series CHEFS, which had two seasons in 2015 and 2016. A veteran chef (French actor Clovis Cornillac) who owns the Paris restaurant, haute cuisine, hire ex-cons as employees of the house. In one of these hires, he employs the young Ronnie (Hugo Becker, young rising heartthrob), who happens to be the son of him and his former love, a chef who killed himself years ago (Franco-Danish actress Sarah Mortensen). To further complicate the situation, Le Chef (curiously the only name presented to the protagonist of the series) has debts with violent moneylenders from the Paris underworld.

Of course, the series still focuses on Yann, an ambitious and arrogant sub-chef who has no hesitation in abusing his colleagues (Nicolas Gob, from L’Art du Crime), Charlène(Joyce Bibring), a single mother sub-chef who has to resort to drugs to keep active, Delphine (Anne Charrier), an uncompromising manager placed in the restaurant to modernize her administration by the mysterious investor Monsieur Edouard (Robin Renucci). Ah, there is still a fascinating Japanese businessman, Mr. Matsumoto (Gen Shimaoka) who grows differentiated vegetables that he only supplies to one restaurant each year.

CHEFS drinks from the modernity and fascination of haute cuisine to delight the viewer. Their plots (and there are many) are creatively told in the elaboration of sophisticated and impressively wonderful dishes that Chefs prepare, from starters to desserts, from main dishes to tasting top French wines.

There are two mandatory records on CHEFS. One is that the series uses a visually enchanting expedient, so that several times a character – when trying a food – travels in the sensory experience of gastronomy as if he were elsewhere. The other is that in a given episode, there is a duel between Chefs who cannot stand each other. An arbitrator is chosen to judge the menus prepared by the two, as if it were really a duel in the western. Wonderful scene.

I saw the six episodes of the first season. I got “mouth watering” to see the eight episodes of the second and final season, CHEFS was a beautiful series.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.