O PIRATA ESCARLATE: Muitos Anos Atrás em um Navio Pirata na Jamaica

Eu já disse aqui que gosto muito de filmes de piratas. Desde CAPITÃO BLOOD, GAVIÃO DO MAR e a franquia PIRATAS DO CARIBE. Lembrei que anos atrás (muitos) vi no Cine Victória (Avenida Borges de Medeiros esquina Andrade Neves) o filme O PIRATA ESCARLATE, dirigido pelo cineasta californiano James Goldstone.

O Capitão Pirata Ned Lynch (o ótimo Robert Shaw) navega pelo Caribe e motivado por um jovem nobre que termina raptada por seus corsários, resolve enfrentar um tirano que governa a Jamaica.

Filmado em deslumbrantes paisagens em Puerto Vallarta na costa do México, O PIRATA ESCARLATE é um misto de filme de aventuras (do qual os filmes de pirata são um sub-gênero ilustre) e comédia romântica (não precisa ser adivinho para antever que a hostilidade entre pirata e refém vai virar uma paixão avassaladora.

Genevieve Bujold (ótima atriz canadense) vivia uma mocinha desbocada, independente e liberada. James Earl Jones, Peter Boyle (maravilhoso como o vilão), Beau Bridges e Anjelica Houston fazem o extraordinário elenco do filme.

Lembro de uma cena em que a personagem de Jane mergulha do barco pirata nua, para tomar um banho de mar nas águas incrivelmente azuis do Mar do Caribe. O Capitão Ned Lynch vai de barquinho resgatar a heroína. Quando chega perto dela, com seu vestido branco na mão, ele lhe diz: “Bem, garota, é muito mais fácil sair de um navio sem roupas do que voltar para um navio sem roupas.”

Até hoje me recordo que sai do cinema em estado de graça encantado com aquela aventura inesquecível. Vou procurar muito O PIRATA ESCARLATE para rever tantos anos após. Espero que a inteligência, o frescor e dinâmica da aventura do Capitão Lynch e sua amada Janet Barnet sigam intocados.

I already said here that I really like pirate movies. Since CAPTAIN BLOOD, THE SEA HAWK and the PIRATES OF THE CARIBBEAN franchise. I remembered that years ago (many) I saw at the Cine Victória (Avenida Borges de Medeiros corner Andrade Neves) the film SWASHBUCKLER, directed by the Californian filmmaker James Goldstone.

Pirate Captain Ned Lynch (the great Robert Shaw) navigates the Caribbean and motivated by a young nobleman who ends up kidnapped by his pirates, decides to face a tyrant who rules Jamaica.

Shot in stunning landscapes in Puerto Vallarta on the coast of Mexico, SWASHBUCKLER is a mix of adventure film (of which pirate films are an illustrious sub-genre) and romantic comedy (you don’t need to be a guesser to predict that hostility between pirate and hostage will become an overwhelming passion.

Genevieve Bujold (great Canadian actress) lives a woman without fear, liens and totally independent. James Earl Jones, Peter Boyle (wonderful as the villain), Beau Bridges and Anjelica Houston make the extraordinary cast of the film.

I remember one scene in which the character Jane dive form the pirate boat totally nude for a bath in the marvellous Caribbean waters. Captain lynch went to her in a little boat with her dress at hand and said: “Well, girl, it’s a lot easier to get off a ship with no clothes on than to get back onto a ship with no clothes on.”

To this day, I remember leaving the cinema in a state of grace enchanted by that unforgettable adventure. I am going to look for SWASHBUCKLER a lot to see so many years later. I hope that the intelligence, freshness and dynamics of the adventure of Captain Lynch and his beloved Janet Barnet will remain untouched.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.