CONTATOS IMEDIATOS DO TERCEIRO GRAU: Spielberg Inicia Sua Vida com E.T.s

Em 1977, Steven Spielberg fez um filme que virou clássico: CONTATOS IMEDIATOS DO TERCEIRO GRAU.

O filme conta uma série de contatos com extraterrestres que afetam a vida de pessoas comuns nos Estados Unidos, desde o desaparecimento de um menino, um homem que passa a ter visões de uma estranha montanha, um cientista francês envolvido em operações secretas de aproximação com a vida extraterrestre.

CLOSE ENCOUNTERS OF THE THIRD KIND tinha Richard Dreyfuss vindo do sucesso sem precedentes de JAWS), Melinda Dillon, François Truffaut (um dos maiores diretores de cinema de todos os tempos), Teri Gar e Lance Erickssen.

O filme teve várias versões lançadas ao longo dos anos. Ao que se diz, Spielberg não teria ficado satisfeito com a cena final da versão lançada nos cinemas e passou a batalhar apara poder relançar o filme com uma cena final mais explícita, o que conseguiu anos depois.

Merecem destaque a música (sempre impressionate) de John Williams e a fotografia maravilhosa de Vilmos Zsigmond.

Muita gente vê em CONTATOS IMEDIATOS DO TERCEIRO GRAU (o nome técnico das situações em que os humanos efetivamente entram em contato com seres extraterrestres) um precursor de E.T., a obra prima que Spielberg faria em 1982. Realmente, os dois filmes têm muita coisa em comum.

Ainda lembro do meu deslumbramento em ver CONTATOS IMEDIATOS DO TERCEIRO GRAU na tela grande. Seu final, principalmente, é de uma beleza inesquecível.

In 1977, Steven Spielberg made a film that became classic: CLOSE ENCOUNTERS OF THE THIRD KIND.

The film tells a series of contacts with extraterrestrials that affect the lives of ordinary people in the United States, since the disappearance of a boy, a man who has visions of a strange mountain, a French scientist involved in covert operations of approach to extraterrestrial life.

CLOSE ENCOUNTERS OF THE THIRD KIND had Richard Dreyfuss, Melinda Dillon, François Truffaut (one of the greatest moviermakers of all time), Teri Gar and Lance Erickssen.

The film has had several versions released over the years. It is said that Spielberg would not have been satisfied with the final scene of the version released in theaters and started to struggle to be able to relaunch the film with a more explicit final scene, which he achieved years later.

We have to note the incredible soundtrack by John Williams and the glorious cinematography by Vilmos Zsigmond.

Many people see in CLOSE ENCOUNTERS OF THE THIRD KIND (the technical name of the situations in which humans effectively come into contact with extraterrestrial beings) a precursor to ET, the masterpiece that Spielberg would do in 1982. Actually, both films have a lot in common.

I still remember my amazement to see CLOSE ENCOUNTERS OF THE THIRD KIND on the big screen. Its ending, mainly, is of an unforgettable beauty.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.