CAÇADOR DE ASSASSINOS: Um Thriller Brilhante Apresentou Hannibal Lecter

Quando escrevi o recente post sobre o cineasta Michael Mann, meu amigo Julio Ricardo da Rosa lembrou do filme CAÇADOR DE ASSASSINOS, que Mann fez em 1986, o primeiro filme a trazer o vilão eterno criado pelo escritor Thomas Harris, o Hannibal Lecter.

Fui rever o filme. É realmente um thriller primoroso. Um exemplar exercício de suspense. A gente fica com a respiração presa o tempo inteiro.

Um elenco notável ajuda muito o filme. William Petersen (o Gus Grissom de CSI), Brian Cox (um Lecter excelente embora longe de Anthony Hopkins), Joan Allen (sempre ótima), Dennis Farina, Kim Greist, Tom Noonan, Stephen Lang e Benjamin Hendrickson estão todos ótimos.

Eu sou fã de carteirinha dos livros e histórias de Thomas Harris. Acho Hannibal um dos grandes personagens da literatura moderna. Trata-se de um personagem rico em metáforas.

Os livros de Harris geraram muitos filmes depois, inclusive a obra prima O SILÊNCIO DOS INOCENTES, de Jonathan Demme, na minha opinião o melhor de todos.

MANHUNTER – por sua extrema competência e pela sua precedência histórica – é um filme que merece muito ser visto.

When I wrote the recent post about filmmaker Michael Mann, my friend Julio Ricardo da Rosa remembered the movie MANHUNTER, which Mann made in 1986, the first film to bring the eternal villain created by the writer Thomas Harris, Hannibal Lecter.

I went to review the film. It is truly an exquisite thriller. An exemplary suspense exercise. We keep our breath caught all the time.

A notable cast helps the film a lot. William Petersen (CSI’s Gus Grissom), Brian Cox (an excellent Lecter although far from Anthony Hopkins), Joan Allen (always great), Dennis Farina, Kim Greist, Tom Noonan, Stephen Lang and Benjamin Hendrickson are all great.

I’m a big fan of Thomas Harris books and stories. I think Hannibal is one of the great characters of modern literature. He is a character rich in metaphors.

Harris’ books spawned many films later, including Jonathan Demme‘s masterpiece SILENCE OF THE LAMBS, in my opinion the best of all.

MANHUNTER – for its extreme competence and for its historical precedence – is a film that deserves to be seen a lot.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.