THE GOOD FIGHT, Temporada 5: Perdas, COVID e Joe Biden

Ontem o Paramount + colocou no ar o primeiro episódio da quinta temporada de THE GOOD FIGHT. Criativamente, o capítulo se chama PREVIOUSLY ON, rememorando alguns fatos do último episódio da quarta temporada e avançando em decisões bem difíceis para esta quinta vez da série.

THE GOOD FIGHT segue criativa, corajosa e contundente. Acho que raras vezes vi uma série mainstream perder tantos atores e personagens principais e ir em frente. As saídas de Lucca Quinn (Cush Jumbo), Marissa Gold (Sarah Steele) e Adrian Bozeman (Delroy Lindo) são um golpe na série.

Diana Lockhart (Christine Baranski) e Liz Reddick (Audra McDonald) vão ter que se virar.

Neste primeiro episódio já tivemos uma pista do que vem por aí. Muita ênfase na saída de Donald Trump, o assassinato de George Floyd e a tragédia da COVID 19.

Claro que tudo isto vem embalado pelo jeito THE GOOD FIGHT de ser. O personagem seriamente afetado pela COVID dialoga em seu quarto de hospital com Karl Marx, Malcolm X e Jesus Cristo. Teve até a inevitável piada em que o doente, a certa altura, exclama “Jesus Cristo”, ao que o próprio responde : “Sim?”

THE GOOD FIGHT segue sendo uma das séries melhor roteirizadas e produzidas no momento atual. Tomara que esta quinta temporada mantenha o altíssimo nível. A nova abertura parece indicar que sim.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.