MY SON: Um Pai Desesperado Atrás do Filho Desaparecido

Ontem aconteceu comigo um fato curioso: fui ver no Peacock um novíssimo filme estrelado pela super estrela Claire Foy e o ótimo James McAvoy, intitulado MY SON, dirigido pelo cineasta francês Christian Carion.

A cada cena, mais eu tinha a impressão de já ter visto o filme. A trama: um pai é chamado pela ex-esposa porque o filho deles, de sete anos havia desaparecido em um acampamento de férias. O Pai (ausente quase o tempo todo) vai para lá imediatamente e se propõe a resgatar o filho haja o que houver.

Quanto mais familiaridade eu tinha com enredo, personagens e cenas, mais certeza eu tinha de que não havia visto “este” filme.

Pesquisei rapidamente no IMDB e achei o motivo. MY SON é a refilmagem (pelo próprio Carion) de seu sucesso francês MON GARÇON, estrelado em 2017 por Melanie Laurent e Guillaume Canet.

Resolvido o mistério, pude usufruir o filme.

O duo central com Foy e McAvoy é um luxo. Não à toa são dois dos mais valorizados astros do cinema europeu atual. O desespero dos pais Joan e Edmon é palpável na tela, mercê do talento da dupla.

A história do filme é quase de terror. Gangs internacionais que identificam crianças de determinado perfil e as raptam para tráfico e exploração sexual. O mundo está mesmo perdido.

A versão inglesa da história me pareceu mais densa, plasticamente melhor filmada (com cenários incríveis) e, sem dúvida com elenco ainda mais perfeito (o da versão francesa já era ótimo).

MY SON é uma história forte, violenta e poderosa. Apresenta um Pai em busca de redenção. A qualquer custo.

Yesterday a curious fact happened to me: I went to see at Peacock a brand new movie starring superstar Claire Foy and the great James McAvoy, titled MY SON, directed by French filmmaker Christian Carion.

With each scene, the more I had the impression that I had already seen the movie. The plot: A father is called by his ex-wife because their seven-year-old son has disappeared at a vacation camp. The Father (absent almost all the time) goes there immediately and proposes to rescue the son no matter what.

The more familiarity I had with plot, characters and scenes, the more certain I was that I hadn’t seen “this” movie.

I quickly searched the IMDB and found the reason. MY SON is the remake (by Carion himself) of his French hit MON GARÇON, which in 2017 starred Melanie Laurent and Guillaume Canet.

The mystery solved, I was able to enjoy the movie.

The central duo with Foy and McAvoy is a luxury. No wonder they are two of the most valued stars in European cinema today. The despair of the parents Joan and Edmon is palpable on screen, thanks to the duo’s talent.

The story of the movie is almost horror. International gangs that identify children of a certain profile and kidnap them for trafficking and sexual exploitation. The world is really lost.

The English version of the story seemed denser to me, plastically better shot (with amazing sets) and, without a doubt, even more perfect cast (the French version was already great).

MY SON is a strong, violent and powerful story. It presents a Father seeking redemption. At any cost.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.