MOONFALL – AMEAÇA LUNAR: Péssimos Filmes Para Leigos

Conta a lenda que certa vez, em uma entrevista do cineasta Alfonso Cuarón, relativamente a seu excelente filme GRAVIDADE, um jornalista teria perguntado ao cineasta quão difícil teria sido filmar no espaço. O filme era realmente prodigioso em nos levar para o espaço.

Ontem fui ver no Amazon Prime, MOONFALL, produção de Roland Emmerich lançada com certa pompa meses atrás.

É um filme incrivelmente ruim. Poderia integrar aquela série de livros que ensina o básico sobre qualquer assunto para leigos. O tema seriam filmes péssimos.

A idéia era fazer mais um filme desastre (sua década de apogeu passou há 50 anos), mesclado com ficção científica, o que daria maior liberdade criativa aos (ir) responsáveis.

Tudo saiu errado.

O enredo é patético. A Lua, que seria obra de alienígenas é atacada por uma força que a tira da órbita e empurra para cima da Terra. Marés, terremotos, meteoros passam a cair sobre nosso planeta.

Um astronauta fracassado e uma veterana diretora da NASA recriam a dupla de uma missão espacial anterior e vão salvar a humanidade a bordo de uma velha nave que estava em um museu.

É impossível dizer qual a maior bobagem que há no filme. Incrível que artistas como Halle Berry e Patrick Wilson tenham se envolvido neste projeto. Certamente foi o popular “temos contas a pagar”.

Emmerich tem alguns bons filmes em seu currículo. O primeiro INDEPENDENCE DAY – apesar do cabotinismo – é indiscutivelmente bem feito e emocionante. O DIA DEPOIS DO AMANHÃ é um filme desastre muito bem feito e com certo propósito ambiental. Aqui ele errou feio.

Talvez o pior do filme sejam as cenas que, de forma artificial e canhestra – tentem recriar cenas clássicas dos filmes de ficção científica. Temos pastiches de cenas de 2001, O PLANETA DOS MACACOS e ALIEN. Ruim demais.

Legend has it that once, in an interview with filmmaker Alfonso Cuarón, regarding his excellent film GRAVITY, a journalist asked the filmmaker how difficult it would have been to film in space. The film was truly prodigious at taking us into space.

Yesterday I went to see MOONFALL, a production by Roland Emmerich released with some pomp months ago.

It’s an incredibly bad movie. It could be part of that series of books that teach the basics of any subject for laymen. The theme would be bad movies.

The idea was to make another disaster movie (its age was 50 years ago), mixed with science fiction, which would give greater creative freedom to those responsible.

Everything went wrong.

The plot is pathetic. The Moon, which would have been the work of aliens, is attacked by a force that takes it out of orbit and pushes it upwards towards Earth. Tides, earthquakes, meteors begin to fall on our planet.

A failed astronaut and a veteran NASA director recreate the duo from a previous space mission and go to save humanity aboard an old ship that was in a museum.

It’s impossible to say what the biggest nonsense is in the film. Amazing that artists like Halle Berry and Patrick Wilson were involved in this project. It was certainly the popular “we have bills to pay”.

Emmerich has some good movies under his belt. The first INDEPENDENCE DAY – despite its cabotinism – is indisputably well done and exciting. THE DAY AFTER TOMORROW is a very well-made disaster film with a certain environmental purpose. Here he made a big mistake.

Perhaps the worst thing about the film are the scenes that, artificially and awkwardly – try to recreate classic scenes from science fiction movies. We have pastiches of scenes from 2001, PLANET OF THE APES and ALIEN. Too bad.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.