MELHOR É IMPOSSÍVEL: 25 Anos do Oscarizado Filme com Nicholson e Hunt Impecáveis

Incrível, mas faz 25 anos do lançamento do filme MELHOR É IMPOSSÍVEL (AS GOOD AS IT GETS), de James L. Brooks.

O filme ganhou os Oscars de Melhor Ator e Melhor Atriz, respectivamente para Jack Nicholson (antológico como o rabugento e neurótico escritor Melvin Udall) e Helen Hunt.

A comédia dramática de Brooks é daqueles filmes que é impossível de não ser gostado, seja o espectador um cinéfilo de gosto mais apurado ou um frequentador menos usual das salas de cinema.

O inspiradíssimo roteiro do próprio Brooks tem cenas e frases que viraram antológicas, como a inesquecível “Você me faz querer ser um homem melhor”, que Udall, em um raro momento afetuoso diz para Carol.

O elenco de apoio – igualmente perfeito – tem Greg Kinnear, Cuba Gooding Jr., Shirley Knight e Skeet Ulrich.

MELHOR É IMPOSSÍVEL é um título perfeito para esse grande filme de James L. Brooks.

Incredible, but it’s been 25 years since the release of AS GOOD AS IT GETS, by James L. Brooks.

The film won the Oscars for Best Actor and Best Actress, respectively for Jack Nicholson (anthological as the grumpy and neurotic writer Melvin Udall) and Helen Hunt.

Brooks’ dramatic comedy is one of those films that is impossible not to like, whether the viewer is a cinephile with more refined taste or a less usual moviegoer.

Brooks’ own inspired script has scenes and phrases that have become anthological, such as the unforgettable “You make me want to be a better man”, which Udall, in a rare affectionate moment, says to Carol.

The supporting cast – equally perfect – has Greg Kinnear, Cuba Gooding Jr., Shirley Knight and Skeet Ulrich.

AS GOOD AS IT GETS is a perfect title for this great film by James L. Brooks.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.