HORST BUCHHOLZ: Fama de Pior Ator Não o Impediu de Trabalhar em Ótimos Filmes

Nascido em Berlim, em 1933 (faleceu aos 69 anos, em 2003), o ator Horst Buchholz carrega o mito de ter sido um dos piores (e mais inexpressivos) atores de todos os tempos.

Acho a fama injusta. Não que Buchholz fosse um primor de atuação nas telas. Longe disso. Mas a fama de pior de todos é claro exagero.

Buchholz trabalhou em uma obra prima, SETE HOMENS E UM DESTINO, onde viveu o pistoleiro Chico.

Esteve também no Oscarizado A VIDA É BELA.

Mas nos 91 filmes em que trabalhou, poucas vezes chamou a atenção positivamente.

Era bem fraquinho.

Um dos meus maiores amigos na vida (já falecido) foi meu colega de faculdade Walter Buchholz Jr.

Seguidamente, eu implicava com o Walter sobre o primo dele que era péssimo ator.

Certamente não era parente do Walter.

Born in Berlin, in 1933 (he died at the age of 69, in 2003), actor Horst Buchholz carries the myth of having been one of the worst (and most inexpressive) actors of all time.

I think fame is unfair. Not that Buchholz was a masterpiece of screen acting. Far from it. But the reputation of worst of all is clearly exaggerated.

Buchholz worked on a masterpiece, THE MAGNIFICENT SEVEN, where he was the gunslinger Chico.

He was also at the Oscar-winning LIFE IS BEAUTIFUL.

But in the 91 films he worked on, he rarely drew positive attention.

He was bad.

One of my greatest friends in life (now deceased) was my college roommate Walter Buchholz Jr.

Afterwards, I would tease Walter about his cousin who was a terrible actor.

He certainly wasn’t related to Walter.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s